Assuntos não relacionados ao tema principal do fórum.

Criador do tópico

Lelouch

Veterano - nível 9

#968441 Vendo livros e filmes de ficção de amor agora, tenho uma impressão muito diferente que tinha até 6 anos atrás. Eu tinha conhecimentos completamente errados sobre o funcionamento das mulheres. Quando assisto isso agora, acho ridículo por ser totalmente errado em relação à ao que aprendi recentemente. Veja que absurdos costumamos encontrar:
"amor à primeira vista unidos pelo destino"
"paixão é um sentimento completamente aleatório"
"o beta sem autoconfiança consegue uma nota 10 fazendo nada atraente"
"um beta tem uma amiga gostosa na zona da amizade e os dois de repente se apaixonam"
"todos os diálogos seguem um script favorável e perfeito"

Isso é o mesmo que ver ficção feita por pessoas da idade média sem tecnologia para exmplorar o mundo, como por exemplo: nuvens de algodão, respiração no espaço, métodos medicinais absurdos, geocentrismo, etc.

ANÚNCIOS

kbza - MEMBRO EXCLUSIVO
#968451 Cara, muitas vezes os filmes são planejads para representarem o desejo interno daquela pessoa que assiste... Quem vê esse tipo de filme espera um amor à primeira vista, acha que o amor é um sentimento completamente aleatório, acha que vai conseguir a garota mesmo sendo um cara não atraente e não fazendo nada demais, acredita sempre que vão responder (quando for amor mesmo) de forma favorável.

Não são os filmes que modificam as pessoas que assitem, são as pessoas que assistem que desejam ver isso. E o mercado produz o que as pessoas gostam de ver.

Não é atoa que quem deseja mesmo viver de arte esteja morrendo de fome. Poucas pessoas se interessam de verdade por ela. A maioria só quer ver algo bonitinho/agradável.

Lembro de uma história de Nelson Rodrigues revoltadíssimo porque aplaudiram uma peça dele. Dizia: "Não entenderam merda nenhuma esses idiotas...". É mais ou menos o que acontece com as pessoas hoje em dia.

Abraço