Membros normais não podem criar tópicos mas podem responder tópicos dos veteranos.


Ao atingir mais de 1 ano de cadastro ou envio de mais de 200 mensagens você automáticamente se torna membro veterano e pode postar nessa área.
Avatar pua

Criador do tópico

Riker.T - MEMBRO EXCLUSIVO
#880049 Prezados amigos,

Como o tempo passa rápido, já se passaram 2 anos, desde meu primeiro relato, RC001 -Conhecimento e prática, como dizia a propaganda do Banco Banmerindus, "O tempo passa, o tempo voa, só a poupança Bamerindus continua numa boa", mas como todos sabem, o banco quebrou e acabou incorporado pelo HSBC....Portanto, com o tempo tudo muda e dificilmente continua numa boa, assim, temos que aprender a viver com as mudanças e as vicissitudes da vida.

Naquela época, entusiasmado como qualquer iniciante, tinha grandes expectativas e esperanças, acabei por me sair muito bem e no decorrer destes 2 anos, consegui até mesmo, superar minhas expectativas e creio que a de alguns membros desta comunidade, 1 ano depois, fui agraciado com o titulo de "Entusiasta", e hoje estou aqui para lhes fazer uma pergunta:

O que você faz para ser feliz?

VIDEO | PUA | BASE
Off topic:
Quem quiser ouvir, pode tocar o play, quem não quiser, a letra desta musica esta no final deste artigo e sugiro que a leiam e reflitam sobre o que ela realmente lhe diz.

Sábado passado, alguns amigos me convidaram para um baile pre-carnavalesco, de um clube, onde apenas os sócios, seus dependentes e dois convidados por sócio poderiam comparecer. Em retribuição a este convite fizemos o encontro da turma na minha casa antes de ir ao clube, tomamos algumas cervejas e alguns "tiros" de 12 anos, as mulheres atacaram a tequila, vodka com suco. Enfim, saímos de casa já alegrinhos.

Quando descia a rua para o clube, encontrei com um ex-colega de faculdade, ele estava acompanhado de uma bela mulher e seu amigo, com uma SHB, estilo paniquete, "DELICIOSA". Foi ele que me reconheceu, pois, de imediato, não o conheci, depois que me chamou pelo apelido de faculdade foi que me lembrei quem era. Esta muito diferente, parece velho e acabado, em seus 38 anos. Entramos e por varias vezes os vi, desfilando pelo salão, a SHB na frente do cara, claramente dominando a relação. A vi olhando ao redor a procura de algo, a vi humilhando o cara na fila da cerveja, a ouvi dando ordens e exigindo que o cara busca-se algo no carro. Depois de um tempo, fui ao banheiro e vi o meu ex-colega e o cara, cheirando uma "carreirinha". Pouco tempo depois vi as duas mulheres chegando em sorrisos e claramente drogadas.

Por volta das 3:00 horas, quando saia com uma velha amiga para um FC, encontrei o meu ex-colega na escada do estacionamento, totalmente "bodado", seu estado era lamentável, o cara estava encostado no carro, um civic branco, novinho e rebaixado, com a SHB semi inconsciente em seus braços. Nem sei onde a mulher do meu ex-colega estava. Peguei o meu carro e fui para casa, dei um FC e dormimos até 12:00 horas do domingo, acordamos e demos mais um FC. Depois almoçamos e a levei em casa. A tarde, fiquei na ofurô sozinho, relaxando e pensando sobre o ocorrido.

Em um momento qualquer, a propaganda do Pão de açúcar, passou na TV e dai em diante, só consegui pensar que aquilo que presenciei não era felicidade, nem chegava perto. Por este motivo, escrevi este artigo e lhe faço novamente esta pergunta:

O Que Você Faz Pra Ser Feliz?

O que faz você feliz?
Você feliz o que que faz?
Você faz o que te faz feliz?
O que faz você feliz você que faz.

Pra ser feliz
Pra ser feliz
O que você faz pra ser feliz?

E se a felicidade voa num balão
Tão alto onde já não se enxerga mais
Mas só ela pode lhe tirar do chão
Pra ser feliz o que que você faz?

A felicidade está por dentro
Mas não vai sair no raio x
Você provoca os próprios sentimentos
O que você faz pra ser feliz?

Pra ser feliz
Pra ser feliz
O que você faz pra ser feliz?

Longe perto, dentro, tanto faz
Quem quer felicidade corre atrás
E, às vezes, ela está debaixo do nariz
O que você faz pra ser feliz?

Pra ser feliz
Pra ser feliz
O que você faz pra ser feliz?

Clarice Falcão

Grande abraço, um ótimo carnaval e muito sucesso, na vida e no jogo.

Meus artigos- Descobertas e Evolução, Artigos e Relatos de Riker.T

ANÚNCIOS

Avatar pua
>>Psychokiller<<

Entusiasta

#880324 Interessante um dos caras chegar de Civic novo e rebaixado, estando acompanhado por uma SHB, e ainda usarem cocaína como combustível para se animarem. Ou seja, droga, mulher bonita e dinheiro no bolso, coisas geralmente relacionadas ao prazer e a felicidade, mas nem por isso o cara estava feliz, conclusão que fica evidente ao final do relato.

Realmente Riker.T, algo que ao menos nos leva a refletir sobre se aquilo que estamos fazendo para ser feliz realmente esta nos fazendo felizes. Sera que o que estamos fazendo realmente é a coisa certa a se fazer para ser feliz?

Nem sempre aquilo que estamos fazendo é a coisa certa, mesmo apesar de as primeiras aparências todas levarem acreditarmos que sim.

Assim como a beleza e os comportamentos são para mim atualmente em sua maioria artificiais, ilusórios e em boa parte fabricados pela sociedade, o que os tornam em belezas e comportamentos que não condizem com a realidade, com a natureza daquilo que realmente esperamos, muito do que se acredita levar a felicidade também o é assim; artificial ilusório e fabricado pela sociedade, não nos levando em essência, a felicidade que realmente esperamos um dia alcançar.

A felicidade parte de dentro, não parte de fora, produtos ou pessoas não podem nos oferece-la, por isso uma mulher bonita, um carro bacana e uma carrerinha de coca não são suficientes para fazer um cara feliz, podem sim, dar prazer, mas prazer é passageiro, e alguns inclusive causam dependência e efeitos colaterais indesejados, como no caso da coca por exemplo. Somente a felicidade é duradoura e perfeitamente saudável, e esta só pode ser internamente conquistada, jamais comprada.

:ae
Avatar pua

Criador do tópico

Riker.T - MEMBRO EXCLUSIVO
#880476 Prezado @>>Psychokiller<<

Fico-lhe grato pelo feed, sua analise esta correta, foi exatamente isto que presenciei e percebi do ocorrido.

>>Psychokiller<< escreveu:Ou seja, droga, mulher bonita e dinheiro no bolso, coisas geralmente relacionadas ao prazer e a felicidade, mas nem por isso o cara estava feliz,...

Descartaria a "droga", mesmo ciente de que algumas pessoas a associam a felicidade, poder e prazer, mesmo que momentâneo e efêmero. Mas isso não vem ao caso, uma vez que a associação é feita, não posso ignora-la neste contexto.

Honestamente, esperava que mais membros reconhecesse o perfil, contudo, depois de 50 leitores, apenas você se manifestou, isso me deixa um pouco preocupado, não pela ausência de feeds, mas pela aparente normalidade da situação e apatia em se manifestar ou mesmo pensar sobre a situação apresentada.

Li e curti seu artigo sobre a artificialidade da beleza e do comportamento, ainda não comentei mas o farei em breve. Você comenta Neste feed sobre o assunto e só posso lhe dizer que concordo com você, tenho visto situações e respostas a elas, totalmente disformes, imprevisíveis, desnecessárias e exacerbadas. Parece que a sociedade perdeu a noção de limites cabíveis e o excesso tornou-se pratica normal e aceitável.

Corpos esculpidos cirurgicamente em busca de perfeição ilusória, anabolizantes, estimulantes, enxertos de silicone para alcançar o objetivo de anos de treinamento em semanas ou meses, drogas para estimular as sensações e sentimentos, elevar artificialmente a autoestima, entorpecendo a razão e agir por puro instinto animal, inconsequente e irresponsável, totalmente enebriado pela sensação de poder, imortalidade..... Pura ilusão.....

Durante a minha vida, acreditei que a felicidade era ter um carro, até que comprei, depois minha felicidade tornou-se uma casa, quando a conquistei, a felicidade tornou-se o dinheiro, e a felicidade tornou-se o sucesso, a felicidade tornou-se belas mulheres, e a cada vez alcançada, ela escapava e voava mais alto, como na musica:

"E se a felicidade voa num balão
Tão alto onde já não se enxerga mais
Mas só ela pode lhe tirar do chão
Pra ser feliz o que que você faz?
"

Aprendi que a felicidade é tão escorregadia e fugitiva quanto um peixe, quando tentamos agarra-los com as mãos dentro da água, até que se descubra:

"A felicidade está por dentro
Mas não vai sair no raio x
Você provoca os próprios sentimentos
O que você faz pra ser feliz?
"

Bem, depois de tantos anos correndo atras de uma felicidade ilusória, ditada pela MATRIX SOCIAL, lutando para obter sucesso, status, dinheiro e bens, cheguei ao topo, quando conquistei tudo isso, pensei: E ai? E agora?

Há alguns anos atras, percebi que a minha felicidade não é "TER", no sentido de posse, mas "TER" no sentido de recursos disponíveis, me ajuda a fazer o que gosto, a estar um pouco mais "livre" da MATRIX. A dois anos entrei na comunidade, pois algo me faltava, deixei isso bem claro em meus relatos e artigos, assim, tive acesso a mais recursos, resolvi disponibilizar alguns dos recursos que foram preciosos para mim, por este motivo escrevo estes artigos, compartilhar experiências me deixa feliz.

Posso dizer, em resposta a minha pergunta, que, o que faço para ser feliz, é seguir em frente acreditando nas sabias palavras de Carlos Drummond de Andrade:

Imagem


Há, como recursos me permitem fazer o que gosto, minha nova pitada de felicidade, chega depois do carnaval, uma Bike FULL Suspesion aro29", tão linda quando uma SHB, mas só vai me deixar ainda mais feliz e em forma....rs. Para esclarecer, vivo momentos inesquecíveis em cima da minha bike...(dá uma olhada no face, no album, Bike é legal.)

Grande abraço, muita felicidade, saúde e sucesso na VIDA.
Avatar pua
>>Psychokiller<<

Entusiasta

#880535
Riker.T escreveu:Prezado @>>Psychokiller<<
esperava que mais membros reconhecesse o perfil, contudo, depois de 50 leitores, apenas você se manifestou, isso me deixa um pouco preocupado, não pela ausência de feeds, mas pela aparente normalidade da situação e apatia em se manifestar ou mesmo pensar sobre a situação apresentada.
Realmente @Riker.T, percebi o mesmo que você, o tópico traz uma mensagem importante, e no entanto, com a ausência de minha resposta, não gerou nenhuma repercussão ou manifestação. Algo realmente esta errado, as pessoas estão encarando tal situação como algo atípico, como você mesmo disse. Mas na verdade isso esta cada vez mais típico em nossa sociedade, e é por isso que caras como eu e você nos preocupamos com situações como essas, pois as presenciamos com cada vez mais frequência.

Ou caso os membros do fórum consideram tal revelação ao invés de atípica, algo tão evidente como um truísmo a ponto de não precisarem comentar, isso é mais preocupante ainda, pois se consideram tal revelação uma verdade evidente, porque é que continuam a serem manipulados pelas imposições sociais e a se comportarem desta forma destrutiva?

Porque vejo dúvidas e tópicos no fórum com extrema preocupação em agradar os outros e conquistar aquilo que o sistema julga como certo, esperando assim alcançarem a felicidade e o sucesso, que percebo que muitos, quicá a maioria ainda são vitimas do sistema e/ou marionetes da matrix social.

Riker.T escreveu:Li e curti seu artigo sobre a artificialidade da beleza e do comportamento, ainda não comentei mas o farei em breve. Você comenta Neste feed sobre o assunto e só posso lhe dizer que concordo com você, tenho visto situações e respostas a elas, totalmente disformes, imprevisíveis, desnecessárias e exacerbadas. Parece que a sociedade perdeu a noção de limites cabíveis e o excesso tornou-se pratica normal e aceitável.
Obrigado pelo elogio, e sobre seu cometário sub-sequente,, acredito que o exagero leva a um maior lucro, se não é uma maneira das industrias envolvidas enriquecerem com tal filosofia do exagero e do consumo, não sei qual outro motivo pode ser, pois quanto mais exagerado e difícil de um padrão ser alcançado, mais esforço físico e dinheiro deveram ser investidos para que tal padrão se torne mais próximo. Infelizmente vivemos numa sociedade onde as aparências e o dinheiro imperam, valores antes apreciados, como o amor e a amizade, a lealdade e a honestidade hoje são deixados de lado, em detrimento da aparência que o dinheiro pode comprar.

Riker.T escreveu:Corpos esculpidos cirurgicamente em busca de perfeição ilusória, anabolizantes, estimulantes, enxertos de silicone para alcançar o objetivo de anos de treinamento em semanas ou meses, drogas para estimular as sensações e sentimentos, elevar artificialmente a autoestima, entorpecendo a razão e agir por puro instinto animal, inconsequente e irresponsável, totalmente enebriado pela sensação de poder, imortalidade..... Pura ilusão.....

Durante a minha vida, acreditei que a felicidade era ter um carro, até que comprei, depois minha felicidade tornou-se uma casa, quando a conquistei, a felicidade tornou-se o dinheiro, e a felicidade tornou-se o sucesso, a felicidade tornou-se belas mulheres, e a cada vez alcançada, ela escapava e voava mais alto, como na musica:

"E se a felicidade voa num balão
Tão alto onde já não se enxerga mais
Mas só ela pode lhe tirar do chão
Pra ser feliz o que que você faz?
"

Aprendi que a felicidade é tão escorregadia e fugitiva quanto um peixe, quando tentamos agarra-los com as mãos dentro da água, até que se descubra:

"A felicidade está por dentro
Mas não vai sair no raio x
Você provoca os próprios sentimentos
O que você faz pra ser feliz?
"

Bem, depois de tantos anos correndo atras de uma felicidade ilusória, ditada pela MATRIX SOCIAL, lutando para obter sucesso, status, dinheiro e bens, cheguei ao topo, quando conquistei tudo isso, pensei: E ai? E agora?

Há alguns anos atras, percebi que a minha felicidade não é "TER", no sentido de posse, mas "TER" no sentido de recursos disponíveis, me ajuda a fazer o que gosto, a estar um pouco mais "livre" da MATRIX. A dois anos entrei na comunidade, pois algo me faltava, deixei isso bem claro em meus relatos e artigos, assim, tive acesso a mais recursos, resolvi disponibilizar alguns dos recursos que foram preciosos para mim, por este motivo escrevo estes artigos, compartilhar experiências me deixa feliz.

Posso dizer, em resposta a minha pergunta, que, o que faço para ser feliz, é seguir em frente acreditando nas sabias palavras de Carlos Drummond de Andrade:

[ Imagem ]


Há, como recursos me permitem fazer o que gosto, minha nova pitada de felicidade, chega depois do carnaval, uma Bike FULL Suspesion aro29", tão linda quando uma SHB, mas só vai me deixar ainda mais feliz e em forma....rs. Para esclarecer, vivo momentos inesquecíveis em cima da minha bike...(dá uma olhada no face, no album, Bike é legal.)

Grande abraço, muita felicidade, saúde e sucesso na VIDA.
Grande abraços meu caro, concordo com você, e percebo que nossas ideologias estão cada vez mais próximas.

Sábias palavras estas da última citação.

:ajoelhar
Avatar pua
Kirk

Aprendiz

#880538 Pois é, está passando desapercebido por alguns membros do fórum, não só artigos como esse, mas todos aqueles que nos fazem pensar e refletir. Parece que há uma certa preguiça de ler, feedar; uma preguiça de pensar sobre a própria vida...
"O que é felicidade para mim?". Já me peguei fazendo perguntas como essa em várias ocasiões. Pensava que uma jaqueta de couro que todo mundo está usando no momento me faria mais feliz, sociável, igual ao cara na mídia usando. Que nada, era só parte do consumismo pregado nos comerciais que antes eu assistia, para alimentar esse sistema. Tem coisas materiais que realmente nos deixam felizes, mas é uma necessidade, não uma obsessão por comprar algo que em pouco tempo você nem usará. Mesmo assim, ainda parece um ciclo, como descrito no artigo, onde vc compra um carro e quer uma casa, compra casa e quer ... e por aí vai.
Penso que muitos, como eu fui antes, estão procurando a felicidade no exterior, nesses padrões pregados pela sociedade, sem nem mesmo perceber que os segredos, a paz interior, a felicidade, estão dentro de cada um de nós. Basta refletir.
Abraços, vida longa e próspera (como sempre disse Spock hahaha).
Avatar pua
Paradisepunx - MEMBRO EXCLUSIVO
#880887 Grande Riker.T !!!!

Como sempre, postando excelentes artigos, esse por sinal complementa e é complementado com o meu primeiro artigo aqui no Pua Base:

Sexo, Drogas e Rock'n'roll - Um Aprendizadohttp://www.puabase.com/forum/sexo-drogas-e-rock-n-roll-um-aprendizado-t90791.html#p879869


No meu artigo eu falo sobre minhas experiências pessoais com drogas, e como eu saí desse inferno, o foco do meu texto era mais para os adolescentes em um contexto mais próximo deles, o seu texto por sua vez, fala da fase adulta, eu leio com muita atenção o que escreve, e tomo como verdadeiras lições para minha vida, claro que já tenho minha bagagem com frustrações, traumas, superações e sucessos, mas a luta continua sempre.

Eu sou cinéfilo me animei muito com o filme O Lobo, cujo o ator principal é o Leonardo de Caprio, eu queria muito ir ver o filme, mas um amigo me disse que em uma cena ele cheira cocaína na bunda de uma mulher :parado , encurtando a conversa, mesmo sendo fã de muitos filmes do Leonardo de Caprio, como pegue-me se for capaz, eu nem perdi meu tempo, fiquei em casa e economizei meu dinheiro, tempo e energia.

Linkando as coisas, seu texto fala de uma experiência pessoal muito relevante, que é a observação de como as pessoas ficam deterioradas com padrões de comportamento, dinheiro, carros, ou seja consumo de uma maneira em geral e a tão destrutiva droga, no filme O Lobo, o personagem principal encerra esse arquétipo do cara bem sucedido, rico, com seu próprio harém, "autoconfiante" e etc...

Bom, o que eu posso dizer é que a sociedade nos impõe valores morais por um lado, e por outro nos incute a ideia de uma liberdade sem sentido, na verdade existe a associação de liberdade com autodestruição, sim é ilógico, mas retrata como o coletivo funciona, principalmente a mídia, entender como esses mecanismos de manipulação mental funcionam, e relacionar O Lobo com seu "amigo", faz com que as coisas se encaixem de maneira dinâmica, fazendo revelar o jogo de contraposições que levam os BESTAS a entupirem o nariz e se autodestruir.

Sobre felicidade, que é o tema central do artigo, o que eu penso, e por experiência própria é que a felicidade esta mais ligada a uma visão oriental, ortodoxa, zen budista, do que essa felicidade pasteurizada vendida pela televisão em campanhas comercias, essas campanhas e filmes me parece mais uma anestesiamento do que qualquer outra coisa, eu relaciono felicidade com paz e contentamento, com uma experiência de bastar-se em si mesmo, de estar tranquilo, atento e levemente introspectivo, emitindo ondas mentais ALFA.

Por isso eu duvido muito de felicidade sem meditação, esporte, artes marciais, artes visuais, trabalho duro, ou qualquer coisa que te faça aprimorar como indivíduo, enquanto a felicidade ocidental hollywoodiana telenovelesca, vai pra fora, a felicidade oriental hindu, budista, taoista, vai para dentro de si ! , por isso busco sempre cultivar a paz e a tranquilidade, muito longe de anestésicos e de respostas de curto prazo.

Forte abraço !
Avatar pua

Criador do tópico

Riker.T - MEMBRO EXCLUSIVO
#882097 Prezados @Paradisepunx e @Kirk,

Obrigado por agregar suas opiniões e experiencias a este artigo, estou honrado e grato pelo apreço.

Estava vendo um artigo que publiquei a algum tempo e encontrei esta imagem, representa bem o que faço para ser feliz:

Imagem


Grande abraço e sucesso, na vida e no jogo.