Membros normais não podem criar tópicos mas podem responder tópicos dos veteranos.


Ao atingir mais de 1 ano de cadastro ou envio de mais de 200 mensagens você automáticamente se torna membro veterano e pode postar nessa área.
Avatar pua

Criador do tópico

Riker.T - MEMBRO EXCLUSIVO
#895813 Prezados amigos,

quero compartilhar com vocês algumas das coisas que aprendi sobre como avaliar um relacionamento, este vai ser um artigo curto, para variar.

Entendam bem este principio:

Não avalie o relacionamento com base nas palavras, mas nas atitudes dela para com você.


Pode parecer "clichê", muitos já ouviram falar, mas muitos ainda permanecem cegos a este fato, só depois de algum tempo, que levaram um pé na bunda ou um corno na cabeça é que começam a ver que as atitudes dela já prenunciavam o fato, portanto ele poderia ser evitado, ou o problema revertido.

Pode parecer simples, mas tenho consciência de que não é, principalmente para os apaixonados que ficam totalmente cegos as pequenas falhas de caráter e se empenham ao máximo para agrada-las. Quanto a isto, só posso repetir o refrão do momento: "Inocente, não sabe de nada."

Todos temos interesses em jogo, uma pena que a maioria esmagadora dos jovens de hoje, influenciados pelas novelas e asneiras da TV, baseiam seus relacionamentos no SEXO e não na PESSOA.

Creio que por este motivo, os relacionamentos de hoje durem tão pouco. No meu caso, assim como vocês, mas em menor grau, tenho o sexo como graduação para a avaliação de um bom relacionamento, mas este quesito não é mais tão representativo quanto outros.

Há muito tempo atras, escrevi um artigo chamado Quem vai cuidar de você? Este quesito é mais relevante para mim hoje, afinal, tenho 47 anos, daqui a pouco serei um sexagenário. Não posso me dar ao luxo de fazer uma besteira impulsiva e perder boa parte de meus bens e recursos para alguma "espertinha" que só queria "roubar" minha paz e economias.

Em meu novo relacionamento, esta é uma pergunta que resolvi colocar sobre perspectiva, e nas ultimas duas semanas pude testar a importância disto para ela.

Primeiro, ela ficou gripada, então cancelei alguns compromissos e fui a casa dela fazer-lhe companhia, nesta semana, foi a minha vez de ficar gripado, sei que ontem ela saiu, pois a vi passando de carro, neste momento estou aqui escrevendo este artigo para vocês enquanto ela vai ao churrasco de aniversário de uma amiga.

Sei o que estão pensando, acham que vou levar um belo par de chifres, é provável, mas não me importo, pois posso fazer o mesmo agora, com uma simples ligação a minha amiga enfermeira, recebê-la em minha casa para um tratamento chamado "Suador", que consiste de muito sexo e suor......dá um excelente resultado pois já passei por ele algumas vezes.

Em meu estado atual, poderia ter-lhe acompanhado, já que sabia destes eventos há algum tempo, mas quis aplicar um teste, como tal, ela poderia passar ou não, assim como há riscos a minha honra envolvidos. Entretanto, como não confio em nenhuma mulher, prefiro correr os riscos agora que estamos no inicio. Mas como temos amigos em comum nesta festa, creio que o risco é minimo.

Em resumo, ela acaba de falhar e perder muitos pontos, pois o que mais desejo é uma companheira, não apenas para fazer sexo, mas que tenha apreço e zele por mim da mesma forma que faço por ela. Não são as desculpas apresentadas que revelam suas intenções, mas as suas ações que mostram o que realmente valoriza.

Não há certo ou errado em avaliação, nem manifestei o desejo de sua companhia, quando lhe disse que não estava bem e que não iria ao churrasco. O que conta não são as palavras, mas a inciativa, o desejo de estar próximo, de zelar pelo bem do outro. Creio que alguns vão achar que deveria ter manifestado meu desejo de que ficasse, mas isso teria influenciado no teste, uma vez que lhe daria um motivo para ficar, da mesma forma que não manisfestar lhe daria um motivo para ir, entretanto, a liberdade de escolha seria dela.

Poderíamos estar comendo uma sopa, depois veríamos um filme enrolados em um cobertor, este simples programa teria ampliado em muito a possibilidade de um relacionamento de longo prazo, o que obviamente, abalou bastante tal pensamento.

De certa forma ela esta um pouco perdida, acostumada a ser "adulada" pelos homens com quem namorou. Comigo, tem enfrentado situações que a deixam sem reação, principalmente ao meu desapego, firmeza de proposito e independência emocional. Seu joguinhos e chantagens tem batido em "tocos eméritos", ou como ela mesmo diz, "reações inesperadas que ha deixam sem ação".

Para os inocentes, que entram de cabeça em um relacionamento e se submetem ao "testes de merda" das mulheres, esta na hora de aprender algo, assim como elas, vocês tem todo o direito de testa-las, buscando descobrir através das atitudes, se elas realmente antedem as suas expectativas ou pelo menos, tem potencial para serem suas companheiras de longo prazo.

Aos que só querem sexo, esqueçam este testes e "metam a vara", mas um dia, o que acabo de descrever vai entrar na suas prioridades, espero que não estejam muito endividados pagando pensão a alguma "espertinha".

Grande abraço, e sucesso, na vida e no jogo.

Meus artigos- Descobertas e Evolução, Artigos e Relatos de Riker.T
Avatar pua
Ser - MEMBRO EXCLUSIVO
#895825 Riker.T, primeiramente quero lhe agradecer pelas ótimas contribuições... Eu descobri seus "materiais" recentemente e fiquei admirado com a sua maturidade aplicada a sedução... Eu estou chegando aos 30 anos, já tive muitas namoradas, e agora, mesmo não sendo um quarentão quero estar "tranquilo" (sem ilusões, é claro) ao lado de uma mulher para ter filhos, e olha, ta difícil. Eu busco na faixa de 23 a 27... Mas tenho saído com mulheres para relaxar de todas as idades (e parece que elas tem as mesmas atitudes em qualquer idade, ficando só mais espertas com a maturidade), em um número menor, pois não quero mais quantidade, mas qualidade.

Estou em uma fase de estabilidade financeira (ganhando bem) e com perspectivas de um futuro promissor...

Recentemente conheci uma HB 8 de 24 anos (tem HBs com essa idade que realmente querem algo "sério" - entre aspas rs), parecia que tudo estava indo bem, ela dizia querer formar uma família e tudo mais, tínhamos um papo fluente (valorizo bastante uma boa conversa, pois não sou muito visual), eu estava fazendo um bom jogo com ela, íamos namorar mesmo, mas ela começou a ficar estranha, contando mentiras... Sim, sabemos que toda mulher mente, mas tudo tem um limite... E aconteceu a mesma coisa comigo, ela por 2 vezes preferiu estar com amigas(os) do que em casa comigo em algo leve, ai coloquei um ponto final, pelas atitudes e pelas palavras mentirosas rs... Ela quis "voltar", mas não estava disposta a mudar e eu não aceitei isso. Posso estar sendo radical, mas como diz David X: "É do meu jeito ou não tem jeito, minha vida não é uma democracia"

É uma realidade meio dura essa! As mulheres estão terríveis! Mas continuo seguindo pelo caminho da vida, com os olhos bem abertos, para não morrer em pensão ou outras coisas para espertinhas...

Grande Abraço mestre!
autodidata - MEMBRO EXCLUSIVO
#895831 Cara artigo excelente, pra mim veio em ótima hora pois estou prestes a iniciar um relacionamento. É uma boa essa dos pequenos testes, nunca tinha pensado nisso, vai ser útil pra mim no momento valeu....
beginner - DOADOR

PUA EXPERT

#895840 Boa Riker.T.! Bom te ver postando artigos por aqui de novo. Considero que você está mais que certo em testar o comportamento dela.

"Palavras não são nada, o que conta são atitudes"

Porque quando você realmente precisar (o que poderia ser adoecendo de algo mais sério), juras de amor não vão te servir de nada.
Não há certo ou errado em avaliação, nem manifestei o desejo de sua companhia, quando lhe disse que não estava bem e que não iria ao churrasco. O que conta não são as palavras, mas a inciativa, o desejo de estar próximo, de zelar pelo bem do outro.

Exatamente. Para essa e mais várias outras coisas relacionadas a sedução, é perda de tempo pensar em "certo" e "errado, "boa" e "má". Melhor pensar que "as coisas são o que são" e agir em consonância.
Creio que alguns vão achar que deveria ter manifestado meu desejo de que ficasse, mas isso teria influenciado no teste, uma vez que lhe daria um motivo para ficar, da mesma forma que não manisfestar lhe daria um motivo para ir, entretanto, a liberdade de escolha seria dela.

Concordo plenamente. Acredito que sua idéia não era saber que caso você pedisse "o favor de ficar contigo quando não está se sentindo bem" se ela atenderia. Você queria saber se "ela estava disposta a espontaneamente cuidar de você em um momento de necessidade", como você já havia feito por ela anteriormente. E nisso ela falhou. Considero isso bastante grave, já tive uma ficante de outro estado que veio me ver e por acaso eu fiquei doente no fim de semana que estava aqui, assim mesmo ela preferiu ficar comigo em casa. Essa menina aliás é fantástica neste quesito, ela é totalmente a favor de relacionamentos de amor livre, mas tem consciência que isso de maneira nenhuma implica em falta de consideração.
Sei o que estão pensando, acham que vou levar um belo par de chifres, é provável, mas não me importo, pois posso fazer o mesmo agora, com uma simples ligação a minha amiga enfermeira, recebê-la em minha casa para um tratamento chamado "Suador", que consiste de muito sexo e suor......dá um excelente resultado pois já passei por ele algumas vezes.

Que isso Riker... Chifre é coisa que colocam na sua cabeça :) :)
Agora falando sério... Ela com certeza já transou com vários caras antes de você, e se você terminar com ela, vai transar com outros depois, independente de qualquer coisa. Muito mais relevante que a transgressão do pacto monogâmico de sexo só com o parceiro, é saber se aquela pessoa está disposta a cuidar de você. Se não está, a maior vantagem de um relacionamento monôgamico perde o sentido. E quanto antes se souber disso melhor.
Avatar pua
Ser - MEMBRO EXCLUSIVO
#895851 "Pode parecer "clichê", muitos já ouviram falar, mas muitos ainda permanecem cegos a este fato, só depois de algum tempo, que levaram um pé na bunda ou um corno na cabeça é que começam a ver que as atitudes dela já prenunciavam o fato, portanto ele poderia ser evitado, ou o problema revertido."

Uma outra questão que fica clara lendo este artigo é que não é fundamental vencer os testes delas (só se for somente para sexo), mas ver se elas servem para nós. Tá, tudo bem, o cara vence todos os testes iniciais da bonitinha e a leva pra casa sem saber o que é essa mulher,... depois se ferra... Nesse caso "Ganhar" é Perder!
Avatar pua
Paradisepunx - MEMBRO EXCLUSIVO
#895869 Grande Riker !

A realidade é o que temos, o que temos é a realidade!

Passei dois anos com minha saúde completamente abalada, quase morri algumas vezes, o que aconteceu com meu relacionamento ? kkkk.... foi pro espaço, nossa sociedade esta preparada para a badalação, para o glamour, para a glória, mas poucos estão preparados para lidar com as situações adversas, como o sunzi diz na arte da guerra acuidade não é ouvir o trovão, nem enxergar o azul do céu, o detalhe faz toda a diferença, e numa sociedade idiotizada, onde todos ganham o tempo inteiro, quem esta preparado para perder ?

Vou mais fundo quem esta preparado para reerguer-se depois da queda, e continuar focado em seus propósitos? filhos estão preparados para cuidar dos seus pais ? donos estão preparados para cuidar dos seus animais de estimação? minha pastora alemã morreu com 13 anos, bem cuidada, eu canso de ver pessoas que trocam animais de estimação sem parar, cachorros de grande porte que sempre morrem com 4 anos de vida.... e ai eu volto a pergunta, quem esta preparado para perder, para se dedicar ?

As relações estão completamente tomada por vaidades, demonstrações de poder nos mais variados níveis, competitividade exacerbada, todo mundo pode tudo, todo mundo sabe tudo, e quem pode cuidar do seu cão, pai, esposo, esposa, namorada, amigo e etc ? eu vi isso várias vezes na minha vida e isso só me leva a concluir uma coisa muito simples as pessoas são imaturas, e cabe a nós lidar com a imaturidade delas de forma consciente, sem ilusões.

Eu aprendi a fazer testes, a calibrar minhas expectativas, a redirecionar meus objetivos dentro da relação, hoje, muito mais ponderado, sei o valor dessa experiência que esta repassando pelas minhas próprias pernas, e não acredito em relação monogâmica duradoura de verdade, nesse sentido clássico, eu vi meus avôs comerem o pão que o a diabo amassou por não terem se preparado para a velhice, vi o tratamento que a família deu para eles, e o tratamento de merda que eu mesmo dei pra eles, sim, falo de mim mesmo, sem tirar o meu da reta.

Me preparo para fazer uma previdência privada muito gorda, me preparando para pegar uma alta homérica nos planos de saúde e nos tratamentos em geral para terceira idade, eu tive a oportunidade de acompanhar pesquisas sobre a terceira idade na universidade, e ver a situação dos idosos no nosso pais, as condições de vidas e dramas, família fazendo estelionato, espancamento e pasmem ate estupro.... netão, bombadão, play da zona sul, pegando o vovô com Alzheimer...

Todos estão preparados para a glória de 300 FC's em 1 ano, mas relacionamento a coisa muda de figura, a única coisa que me impele para um relacionamento duradouro são filhos, mas sinceramente penso com muito cuidado no caminho da adoção, não creio que as mulheres e nós homens estamos preparados para isso, estamos preparados para ganhar, ganhar e ganhar, poucos estão preparados para perder, agir desapegadamente e abrir mão realmente.

Devemos testar nossas relações sim, devemos calibrar nossas expectativas sim, e sempre reorientar nossos objetivos, nossas rotas, não há espaço para ilusões, como disse Thomas Hobbes no Leviatã: Homo homini lupus, e cada dia mais essa frase vai fazendo mais sentido pra mim.
Avatar pua
ndnb - MEMBRO EXCLUSIVO
#895888 Sabe muito bem o que diz, Riker.T
Estava pensando comigo esses tempos:
Ao chegar no nível em que cheguei, tenho a total e absoluta escolha de "testar o sistema" delas.
Cheguei no nível em que não sou mais um dependente emocional/mental, não necessito de alguém para saber que sou/ser feliz.
O nível da estabilidade do innergame.
Agora é a hora de ver quem realmente esta me apoiando, e quem só esta de passagem. Doa em quem doer!
E agradeço a todos os tópicos que tem postado! Eu ainda tenho um longo caminho pela frente (apenas 19), mas cada dia eu percebo que estou caminhando de forma correta, e seu material tem ajudado e confirmado isso tudo.
Sucesso na vida e no jogo, meu caro!

Avatar pua
adrianolima - MEMBRO EXCLUSIVO
#895891 Grande Riker.T

Grande relato esse seu, e eu concordo totalmente com vc. Eu acheu também uma falta de consideração da parte dela quando vc fala

Primeiro, ela ficou gripada, então cancelei alguns compromissos e fui a casa dela fazer-lhe companhia, nesta semana, foi a minha vez de ficar gripado, sei que ontem ela saiu, pois a vi passando de carro, neste momento estou aqui escrevendo este artigo para vocês enquanto ela vai ao churrasco de aniversário de uma amiga


Vc cuidou dela quando ela estava doente e quando foi a sua vez ela foi sair com as amigas.

Quando eu estava apaixonado eu tbm fiz tudo aqui que vc falou:
Pode parecer simples, mas tenho consciência de que não é, principalmente para os apaixonados que ficam totalmente cegos as pequenas falhas de caráter e se empenham ao máximo para agrada-las. "


E o resto vc ja sabe. Vivendo e aprendendo.

Assim como vc eu acredito que todos nós homens queremos uma companheira e hj eu vejo que está difícil e quando eu li os seus relatos, pude perceber que está impossível, muitas HB´s sendo bajuladas por caras que só querem fazer sexo com elas, pagam muitas coisas pra ela e muito mais. Assim como vc falou :

De certa forma ela esta um pouco perdida, acostumada a ser "adulada" pelos homens com quem namorou. Comigo, tem enfrentado situações que a deixam sem reação, principalmente ao meu desapego, firmeza de proposito e independência emocional. Seu joguinhos e chantagens tem batido em "tocos eméritos", ou como ela mesmo diz, "reações inesperadas que ha deixam sem ação".


Eu mesmo abri mão de sair para as baladas e focar nos estudos, estou estudando para concursos e quero passar num concurso para ser auditor fiscal. E os seus artigos SER, FAZER e Ter fazem muito sentido pra mim.

E num relacionamento tudo o que se acontece, se leva como aprendizado, sendo bom ou ruim.
Eu torço para que vc possa ser feliz, eu estou começando agora no PUA e quero pode chegar ao seu nível, tanto profissional como no nível dos relacionamentos. Estou com 22 e quero chegar aos 47 mais experiente e mais maduro assim como vc.

Seus relatos me ajudaram muito e continuam ajudando.
Muito obrigado Riker.T :sorri
Avatar pua
[email protected]

PUA EXPERT

#895897 Riker T.!

Parabéns por mais um artigo, é o que estamos precisando no fórum.

A minha sorte é que eu pude aprender isso bem cedo simplesmente lendo o livro de Nessahan e experimentando nos meus relacionamentos:

"14. Nunca se esqueça de que a histórica reação cruel da cultura machista às artimanhas as obrigou a misturar verdades com mentiras em tudo o que falam. Nunca acredite e nem desacredite no que dizem: limite suas conclusões ao que vê." NESSAHAN, A.; COMO LIDAR COM MULHERES; ED. 2008; P.28.

Depois que comecei a seguir esse preceito consegui enxergar de fato quem é quem. As pessoas alegam muitas coisas, mas nas atitudes revelam suas reais intenções e caráter.

Sucesso,

[email protected]