Membros normais não podem criar tópicos mas podem responder tópicos dos veteranos.


Ao atingir mais de 1 ano de cadastro ou envio de mais de 200 mensagens você automáticamente se torna membro veterano e pode postar nessa área.
Avatar pua

Criador do tópico

Rickk - MEMBRO EXCLUSIVO
#1077362 Faaaalaaaa minha galera... Belezinha com vocês? Rick aqui digitando.

São João na porta... Resolvi presentear vocês com uma super técnica!
Criei um método de abordagem simplificado que irá revolucionar o seu game.


Fique aqui comigo até o final deste artigo que te ensinarei uma técnica que pode mudar de vez sua vida com as mulheres!


IntroduçãoGalera, após 7 anos de Pua percebi que uma dos grandes entraves, sobretudo dos iniciantes, é a dificuldade de abordar. Por mais que isso não seja ponto mais importante do jogo, é a pergunta mais recorrente que me fazem. “Rick, como você aborda as mulheres?” Impressionante como sempre me repetem essa pergunta ... rsrs

Como 80% da comunidade, principalmente para a galera da minha época, assim que conheci o Pickup comecei a utilizar os velhos e conhecidos openers entalados, como os de opinião e os situacionais, por exemplo. Ocorre que ao longo dos anos a pratica (que tanto defendo) me fez chegar a outro nível de jogo, o jogo mais criativo, os que alguns chamam de Natural.
(Não acredito em jogo 100% natural, visto que sempre bebi das fontes e métodos dos mais diversos Puas para chegar ao meu game. Acredito no jogo criativo. Natural para mim seria alguém que nunca estudou Pickup)

Acontece que a essência do jogo criativo é difícil de se repassar, visto que as coisas deve acontecer naturalmente, meio que de improviso. Sendo assim, como eu poderia te ensinar uma abordagem “natural”???

Quando me perguntavam: “Rick, como você aborda as mulheres?”. Eu dizia: - Simplesmente vou até a HB e começo conversar deixando minha criatividade me levar.

Ocorre que essa resposta é muito subjetiva. Como assim deixar a criatividade me levar? Como faz isso? Como inicio a conversa? Do que devo falar?

Com essa dúvida na cabeça parei para pensar como os grandes Doutos conseguem passar seu conhecimento à frente. Depois de muito me questionar percebi que a reposta para a pergunta seria a padronização. Ou seja, criar padrões para que pudessem ser reproduzidos e repassados. Esse é o grande segredo do maior Pua de todos os tempos. Esse é o segredo do Mystery ao criar o Mystery Method. O MM nada mais é do que uma padronização do que o Mystery faz, de forma a tornar possível reproduzir o seu método de jogo para seus alunos.

Pensando em o que eu disse em algumas das minhas últimas abordagens cheguei a um dos inúmeros padrões que podem ser usados para ter uma conversa interessante com as mulheres. Hoje quero compartilhar um desses padrões com vocês!
Off topic:
Como diz o jotinha.... Te prepara papá
Imagem

Superado as ponderações inicias, vamos propriamente à prática. Todavia, antes disso, quero deixar claro que a técnica que passarei a vocês é criada exclusivamente por mim! Se por acaso ouvirem falar dela no futuro saibam que estou patenteando neste exato momento.]/b]


FRAME 90-10 / 50-50Antes de falar da técnica propriamente dita, tenho que observar que utilizo a essência dos padrões de abordagem do MM e da RSD. Nestes padrões de abordagem, o Pua sabe que o jogo muda de “frame” ao longo da interação.

Funciona assim: No início da interação, logo quando se aborda, o Pua tem que saber que ele deve ser super comunicativo e falante. Nesse sentido, o Pua deve falar cerca 90% do tempo, enquanto a HB fala apenas 10%. Isso faz o maior sentido! Você tem que chamar a atenção da HB! E nada melhor para fazer isso do que falar! As mulheres adoram falar... falar... e... falar...

Off topic:
Observe uma mulher falando ao telefone que você entenderá o que estou lhe dizendo.

Contudo, não espere que a mulher vá falar contigo logo de cara. Para elas começarem a interagir contigo terão que se sentirem no mínimo conectadas, à medida que você for falando irão se sentir mais a vontade com você e a mágica acontecerá.

Passados os momentos iniciais da conversa. Quando o Pua percebe que HB já criou um conexão com ele. Momento em que ela já começa a interagir e contribuir com a conversa, muitas vezes começando a lhe dar IDI’S. (A2-A3-C1 –> MM; Olhos de Anime -> Julian), o Pua deve mudar o frame do jogo passando para o 50-50.

Ou seja, o Pua falará 50% do tempo e a Hb também fala 50% das vezes. É de suma importância fazer essa transição, já que só assim você permitirá que ela contribua na intenção e comece a investir se qualificar.
Off topic:
Aqui está o grande erro de muitos. Se a Hb não participa da conversa, em questão de minutos você irá perdê-la.


TÉCNICA DE ABORDAGEM BY RICKEnfim, anotado a dica acima, vamos à tão esperada técnica. Ela consiste na observância de 3 elementos em combinação, são eles: Elogio Autêntico + Dramatização + Humor com pitadas de Sexualidade.

Entendeu? Se não, acalme-se! Como diz o velho poeta Chapolin Colorado: “ Não criemos Pânico!” Irei explicar e exemplificar através dos relatos.

1 – Elogio Autêntico: Aborde a Hb com um elogio verdadeiro e que não seja utilizado de forma corriqueira por outros Homens. Pelo amor de Deus não diga: “Oi, você é linda”, “Você é gostosa” ou “Oi, você é muito bonita”. Afinal, você é um Pua, tem obrigação de ser diferente da grande maioria! Elogie o estilo de se vestir, o balançar do cabelo, os olhos, o nariz... É legal ser mais especifico, por exemplo: “Achei seu narizinho um charme, ele combina com a curvatura do seu rosto e em conjunto com a sua boca fazem com que você tenha uma aparência única fofa”

2- Dramatização: Eis o pulo do gato! As mulheres adoram histórias dramatizadas. Seja criativo! Crie história com um final surpreendente. Diga algo que a mulher nunca imaginaria que uma pessoa que ela acabou de conhecer pudesse falar para ela. Irei dar alguns exemplos das minhas abordagens abaixo que fará isso ficar mais claro.

3- Humor sexual: Inclua em sua dramatização coisas que remeta a mulher ao sexo. Pode ser uma simples palavra, como “sexy”, “bumbum”, “quente”, “molhado”, “prazer” e etc. É interessante usar palavras que remeta ao duplo sentido, ou, melhor ainda, histórias sexuais em si. Porém, não seja explicito! Não vá fala sobre seu pênis pra mulher, ou pior ainda, não vá falar que quer come-la. Pelo Amor! O legal aqui é iniciar uma conversa sexual de forma leve, bem humorada. Veremos especificamente como fazer isso nos relatos abaixo colecionados.


POSTURADica: POSTURA: Eu até poderia incluir a postura como sendo um quarto item da técnica, porém prefiro que você entenda de forma mais ampla, que possa fazer parte de todo o seu jogo, do inicio, na abordagem, até o momento final (Sexo). Quando for falar com a Hb mantenha a calma! Mantenha o corpo quase firme, com pouca inclinação. Porém, cuidado! Não vá ficar parecendo um robô, o meio termo é sempre uma boa opção.

Fale de forma tranquila, sem pestanejar. Olhe nos olhos, dê pequenos sorrisos, mas nada exagerado. Mesmo quando estiver inserindo uma conversa sexual mantenha a calma, não fique sorrindo a toa. (Um bom exemplo de como se portar é você pensar na postura do James Bond, firme no que fala e na postura corporal, porém não seja tão sério como o 007. Pense num James Bond mais descolado).


RELATOSPassado a teoria, vamos à prática. Abaixo segue 3 abordagens minhas.

Abordagem 01:

Eu estava numa boate. Estava sozinho e por isso já havia socializado com alguns desconhecidos para construir uma social e não ficar taxado como o cara excluído da balada. Já havia inclusive aberto algumas Hbs, porém, até aquele momento, eu não quis evoluir para uma interação mais sexual porque tinha pouco tempo que a balada havia começado.

Até que caminho pela boate e vejo um 2set. Uma Hb branquinha, de corpo estrutural, 170m de altura, cabelos compridos e lisos. Eu daria 10 pra ela fácil. Ao lado, sua amiga feinha, hb5. Não pensei 2x, regra dos 3 segundos e fui falar com elas.

Estendi a mão e disse oi para as duas. Até então elas não me pareceram tão receptivas.

RK: Oi, sou o Rick. Achei você um charme. Adorei a combinação entre seu rosto, boca, cabelo e cor da sua pele. (Elogio Autêntico)

Off topic:
Vale lembrar que se meu jogo não continuasse de forma consistente, é bem possível que eu seria rejeitado, visto que já cheguei elogiando a Hb. Para fazer isso você tem que ter confiança no seu game.

RK: Você é branquinha. Acho isso atraente. Já eu sou misto. Na verdade sou mais moreninho porque tomo sol, porém meu bumbum é da sua cor... Sou de 2 cores. Tipo picolé de mini-saia, sabe como é? Sou colorido. Queimadinho de sol com o bumbum branquelo. Meu bumbum é sexy, mas é branquelo. Na verdade eu queria poder ir numa praia de nudismo só para poder bronzear meu bumbum, mas não sou tão naturalista, acho que eu não teria coragem. (Dramatização com humor sexual).

- Imagine eu falando isso de forma bem tranquila, meio-sério, mantendo a postura física e falando calmamente enquanto as mulheres sorriam muito. Com uma abordagem dessas é bem provável que você consiga quebrar o gelo e possa seguir firma no set. Nessa altura do campeonato ela já terá a certeza que você é o cara mais imprevisível e interessante da festa. Te garanto que se seguir a risca esse técnica você terá grandes chances de se dar bem. Afinal qual homem ali teria a audácia de já chegar falado do bumbum branquelo, por exemplo.

Abordagem 02:

Eu tinha acabado de chegar a um Pub que rola forrozinho bem legal (quem me conhece sabe que eu adoro dançar. A dança transforma vidas! Anotei isso). Daí vejo em uma das mesas uma HB9, morena cor de cravo e canela, muito parecida com a Juliana Paes, linda, deliciosa.
Off topic:
Geralmente gosto de preparar o terreno antes de chamar a Hb para dançar, porém, logo quando cheguei tinha alguns carinhas chamando as amigas dela para dançar. Nos bares que rolam dança é muito comum as mulheres aceitarem dançar com que as convida, dificilmente elas irão recusar, afinal, é só uma dança.
(Não sei o porquê de os carinhas não terem chamado a hb9 para dançar, acho que se sentiram intimidado pela sua beleza, sei lá, talvez).


Aproveitei a oportunidade e já chamei a HB9 para dançar. Estendi a mão e me abaixei como se estivesse realmente chamando uma dama para dançar em uma festa de gala.

RK: Concede-me a honra de uma dança (Já iniciando com humor).

Começamos a dançar e de cara e eu já emendei.

RK: Nossa, seus olhos são bem atraentes. Olhos grandes, como os de uma mulher que inspira sexualidade e confiança. (Elogio autêntico)

RK: Seus olhos me parecem com os da Juliana Paes. Falando nisso você já assistiu ao novo filme de Dona Flor e a seus dois maridos? Filme massa! Com Juliana Paes como Dona Flor. A história é muito top. Conta o dilema de uma mulher divida entre dois amores.
De um lado Vadinho, descarado, safado, vagabundo, aproveitador, que a trata muito mal, inclusive faz questão de usar o dinheiro de dona flor para gastar tudo em farra, jogo e outras mulheres, porém, satisfaz Dona Flor demais sexualmente falando. Ele conhece todos os desejos mais íntimos da Dona Flor, e sabe como dar muito prazer a ela, conhece cada pedacinho de seu corpo, principalmente aqueles que dão mais prazer.
Do outro lado, Teodoro, o farmacêutico, poeta, a trata muito bem, faz questão de agradar dona Flor. Dá tudo que ela quer. Ele inclusive sabendo que ela é uma cozinheira de mão cheia, dá pra ela uma cozinha completa... Sempre querendo agradá-la. Ocorre que Teodoro é um desastre na cama. Horrível. Namorar com ele só em horário e dia certo da semana e quando rola é questão de segundos. Pobre Dona flor. Que dilema de vida! (dramatização com pitadas de humor).

Mais uma vez o caminho estará aberto para uma conversa animada, com teor sexual e novamente a HB saberá que se relacionará com alguém que muito foge dos homens comuns.

Taí galera. Analisando meus games cheguei a esses padrões. Garanto a vocês que os resultados são muitos bons.



CALIBRAGEMPara finalizar ainda deixarei mais uma super dica. Vamos falar de Calibragem Corporal. Esse tema merece um artigo apenas sobre ele, porém, já que estamos falando de abordagem entendo ser propicio comentar, mesmo que superficialmente.

Calibragem corporal resumidamente é a sensibilidade que devemos ter de forma a controlar nosso corpo de acordo a reação da HB. Assim sendo, quando a Hb tiver receptiva, por exemplo: estiver dando boas gargalhadas quando você estiver dramatizando, você deve encostar seu corpo ao dela, aproveitar para kina-la também.

Contudo, quando a Hb não estiver tão receptiva, por exemplo: não sorri da suas piadas, você deve afastar seu corpo um pouco do dela fazendo com que ela ganhe espaço e até mesmo que ela comece a avançar o corpo em favor do seu e comece a contribuir com o game.


Galera, vou ficando por aqui. Espero ter ajudado. Como eu disse essa técnica foi criada por mim, claro que utilizando conceitos já conhecidos no PU, porém usando especificamente para abordagem. Como sei que vocês gostam, vou deixando 2 fotinhas.
Imagem
Imagem
E como eu sempre digo:
Quer ficar bom nesse jogo???
Pratique!!!! Estude, mas, sobretudo, pratique!!! Vá pra rua, pra festa, pro shopping, enfim, pra qualquer lugar que tem mulher e as aborde!!!!
Leve foras! Seja rejeitado! Trema na base! Passe vergonha na frente de uma HB10... Não importa!
Esse é um jogo que vc aprende com os erros e acertos! O mais importante é não se importar com o jogo que não funciona! NÃO CONSIDERE A REAÇÃO DAS HBS! CONSIDERE A SUAS REAÇÕES!!! Se divirta jogando!
DIVIRTA-SE!!!


E USEM SEMPRE CAMISINHA!!! MUITO MELHOR QUE 10 ORGASMOS É PEGAR O EXAME DE HIV COM UM RESULTADO NEGATIVO!!!!
[/size]

ANÚNCIOS

Tootz

Aprendiz

#1077366 Como sempre, mandando muito bem...
eu particularmente curto muito esse seu tipo de game, sou descontraido e gosto de me divertir, isso que vale
obg pela contribuição e abraço Rick
Rica Villa

MEMBRO PROFISSIONAL

#1077371 Seu relato é aquilo que eu falo pro pessoal, da importância de não ter medo e sim convicção, a maioria das pessoas se perderia nesta fórmula não hétero que você usa. Você surpreende as garotas pq elas lhe olham como um sujeito que não gosta da fruta mas parece convicto de querer mudar de lado. E isso funciona mesmo, já que diversos amigos gordos e com óculos fundo de garrafa, conseguem viver uma vida plena graças ao pensamento convicto. Parabéns pelo seu segredo revelado.
Avatar pua

Criador do tópico

Rickk - MEMBRO EXCLUSIVO
#1077384
Rica Villa escreveu:Seu relato é aquilo que eu falo pro pessoal, da importância de não ter medo e sim convicção, a maioria das pessoas se perderia nesta fórmula não hétero que você usa. Você surpreende as garotas pq elas lhe olham como um sujeito que não gosta da fruta mas parece convicto de querer mudar de lado. E isso funciona mesmo, já que diversos amigos gordos e com óculos fundo de garrafa, conseguem viver uma vida plena graças ao pensamento convicto. Parabéns pelo seu segredo revelado.


Cara tu literalmente viajou na maionese... De onde tu tirou que não me comporto como hetero no game?!?! Leitura completamente errada... Nada haver! Leia o texto novamente! Minha intenção é deixar claro para o leitor oq escrevi... n tem mistério... Pare de complicar oq é simples, isso é coisa de nerd virgem que n pratica e só fica na frente do computador no 5x1... Leia Novamente!
Rica Villa

MEMBRO PROFISSIONAL

#1077393
Rickk escreveu:
Rica Villa escreveu:Seu relato é aquilo que eu falo pro pessoal, da importância de não ter medo e sim convicção, a maioria das pessoas se perderia nesta fórmula não hétero que você usa. Você surpreende as garotas pq elas lhe olham como um sujeito que não gosta da fruta mas parece convicto de querer mudar de lado. E isso funciona mesmo, já que diversos amigos gordos e com óculos fundo de garrafa, conseguem viver uma vida plena graças ao pensamento convicto. Parabéns pelo seu segredo revelado.


Cara tu literalmente viajou na maionese... De onde tu tirou que não me comporto como hetero no game?!?! Leitura completamente errada... Nada haver! Leia o texto novamente! Minha intenção é deixar claro para o leitor oq escrevi... n tem mistério... Pare de complicar oq é simples, isso é coisa de nerd virgem que n pratica e só fica na frente do computador no 5x1... Leia Novamente!

Aqui é fórum para cabeças abertas, todos aqui só querem fazer o que você faz. Você desenvolveu seu estilo, que fica bem claro lendo suas outras postagens, dá certo e você consegue conduzir até a hora que vira homem dando um beijo e supreende a mulher que esperava outra coisa. Eu pessoalmente ainda prefiro o modo tradicional, onde o cara conversa com a mulher, impõe seu valor, quando tem chance solta algo engraçado e inteligente e no final a mulher quer dar pra você pelo que você é. Mas tenho quase certeza que seu papo de cabelereiro deve funcionar muito bem em outras rodas. E é este o melhor exemplo que você dá para a molecada, desenvolva seu estilo e não liguem para o que os invejosos falam.
Avatar pua
alanluciorodrigues

Veterano - nível 9

#1078815
Rica Villa escreveu:Seu relato é aquilo que eu falo pro pessoal, da importância de não ter medo e sim convicção, a maioria das pessoas se perderia nesta fórmula não hétero que você usa. Você surpreende as garotas pq elas lhe olham como um sujeito que não gosta da fruta mas parece convicto de querer mudar de lado. E isso funciona mesmo, já que diversos amigos gordos e com óculos fundo de garrafa, conseguem viver uma vida plena graças ao pensamento convicto. Parabéns pelo seu segredo revelado.



Como assim? :confuso
você esta querendo dizer que ele criou uma nova rotina um novo método, além do direct, indirect e natural, agora existe fórmula boiolão, fiquei confuso.
Avatar pua
cristiano 886

Veterano - nível 9

#1078817
Rickk escreveu:Faaaalaaaa minha galera... Belezinha com vocês? Rick aqui digitando.

São João na porta... Resolvi presentear vocês com uma super técnica!
Criei um método de abordagem simplificado que irá revolucionar o seu game.


Fique aqui comigo até o final deste artigo que te ensinarei uma técnica que pode mudar de vez sua vida com as mulheres!


IntroduçãoGalera, após 7 anos de Pua percebi que uma dos grandes entraves, sobretudo dos iniciantes, é a dificuldade de abordar. Por mais que isso não seja ponto mais importante do jogo, é a pergunta mais recorrente que me fazem. “Rick, como você aborda as mulheres?” Impressionante como sempre me repetem essa pergunta ... rsrs

Como 80% da comunidade, principalmente para a galera da minha época, assim que conheci o Pickup comecei a utilizar os velhos e conhecidos openers entalados, como os de opinião e os situacionais, por exemplo. Ocorre que ao longo dos anos a pratica (que tanto defendo) me fez chegar a outro nível de jogo, o jogo mais criativo, os que alguns chamam de Natural.
(Não acredito em jogo 100% natural, visto que sempre bebi das fontes e métodos dos mais diversos Puas para chegar ao meu game. Acredito no jogo criativo. Natural para mim seria alguém que nunca estudou Pickup)

Acontece que a essência do jogo criativo é difícil de se repassar, visto que as coisas deve acontecer naturalmente, meio que de improviso. Sendo assim, como eu poderia te ensinar uma abordagem “natural”???

Quando me perguntavam: “Rick, como você aborda as mulheres?”. Eu dizia: - Simplesmente vou até a HB e começo conversar deixando minha criatividade me levar.

Ocorre que essa resposta é muito subjetiva. Como assim deixar a criatividade me levar? Como faz isso? Como inicio a conversa? Do que devo falar?

Com essa dúvida na cabeça parei para pensar como os grandes Doutos conseguem passar seu conhecimento à frente. Depois de muito me questionar percebi que a reposta para a pergunta seria a padronização. Ou seja, criar padrões para que pudessem ser reproduzidos e repassados. Esse é o grande segredo do maior Pua de todos os tempos. Esse é o segredo do Mystery ao criar o Mystery Method. O MM nada mais é do que uma padronização do que o Mystery faz, de forma a tornar possível reproduzir o seu método de jogo para seus alunos.

Pensando em o que eu disse em algumas das minhas últimas abordagens cheguei a um dos inúmeros padrões que podem ser usados para ter uma conversa interessante com as mulheres. Hoje quero compartilhar um desses padrões com vocês!
Off topic:
Como diz o jotinha.... Te prepara papá
[ Imagem ]

Superado as ponderações inicias, vamos propriamente à prática. Todavia, antes disso, quero deixar claro que a técnica que passarei a vocês é criada exclusivamente por mim! Se por acaso ouvirem falar dela no futuro saibam que estou patenteando neste exato momento.]/b]


FRAME 90-10 / 50-50Antes de falar da técnica propriamente dita, tenho que observar que utilizo a essência dos padrões de abordagem do MM e da RSD. Nestes padrões de abordagem, o Pua sabe que o jogo muda de “frame” ao longo da interação.

Funciona assim: No início da interação, logo quando se aborda, o Pua tem que saber que ele deve ser super comunicativo e falante. Nesse sentido, o Pua deve falar cerca 90% do tempo, enquanto a HB fala apenas 10%. Isso faz o maior sentido! Você tem que chamar a atenção da HB! E nada melhor para fazer isso do que falar! As mulheres adoram falar... falar... e... falar...

Off topic:
Observe uma mulher falando ao telefone que você entenderá o que estou lhe dizendo.

Contudo, não espere que a mulher vá falar contigo logo de cara. Para elas começarem a interagir contigo terão que se sentirem no mínimo conectadas, à medida que você for falando irão se sentir mais a vontade com você e a mágica acontecerá.

Passados os momentos iniciais da conversa. Quando o Pua percebe que HB já criou um conexão com ele. Momento em que ela já começa a interagir e contribuir com a conversa, muitas vezes começando a lhe dar IDI’S. (A2-A3-C1 –> MM; Olhos de Anime -> Julian), o Pua deve mudar o frame do jogo passando para o 50-50.

Ou seja, o Pua falará 50% do tempo e a Hb também fala 50% das vezes. É de suma importância fazer essa transição, já que só assim você permitirá que ela contribua na intenção e comece a investir se qualificar.
Off topic:
Aqui está o grande erro de muitos. Se a Hb não participa da conversa, em questão de minutos você irá perdê-la.


TÉCNICA DE ABORDAGEM BY RICKEnfim, anotado a dica acima, vamos à tão esperada técnica. Ela consiste na observância de 3 elementos em combinação, são eles: Elogio Autêntico + Dramatização + Humor com pitadas de Sexualidade.

Entendeu? Se não, acalme-se! Como diz o velho poeta Chapolin Colorado: “ Não criemos Pânico!” Irei explicar e exemplificar através dos relatos.

1 – Elogio Autêntico: Aborde a Hb com um elogio verdadeiro e que não seja utilizado de forma corriqueira por outros Homens. Pelo amor de Deus não diga: “Oi, você é linda”, “Você é gostosa” ou “Oi, você é muito bonita”. Afinal, você é um Pua, tem obrigação de ser diferente da grande maioria! Elogie o estilo de se vestir, o balançar do cabelo, os olhos, o nariz... É legal ser mais especifico, por exemplo: “Achei seu narizinho um charme, ele combina com a curvatura do seu rosto e em conjunto com a sua boca fazem com que você tenha uma aparência única fofa”

2- Dramatização: Eis o pulo do gato! As mulheres adoram histórias dramatizadas. Seja criativo! Crie história com um final surpreendente. Diga algo que a mulher nunca imaginaria que uma pessoa que ela acabou de conhecer pudesse falar para ela. Irei dar alguns exemplos das minhas abordagens abaixo que fará isso ficar mais claro.

3- Humor sexual: Inclua em sua dramatização coisas que remeta a mulher ao sexo. Pode ser uma simples palavra, como “sexy”, “bumbum”, “quente”, “molhado”, “prazer” e etc. É interessante usar palavras que remeta ao duplo sentido, ou, melhor ainda, histórias sexuais em si. Porém, não seja explicito! Não vá fala sobre seu pênis pra mulher, ou pior ainda, não vá falar que quer come-la. Pelo Amor! O legal aqui é iniciar uma conversa sexual de forma leve, bem humorada. Veremos especificamente como fazer isso nos relatos abaixo colecionados.


POSTURADica: POSTURA: Eu até poderia incluir a postura como sendo um quarto item da técnica, porém prefiro que você entenda de forma mais ampla, que possa fazer parte de todo o seu jogo, do inicio, na abordagem, até o momento final (Sexo). Quando for falar com a Hb mantenha a calma! Mantenha o corpo quase firme, com pouca inclinação. Porém, cuidado! Não vá ficar parecendo um robô, o meio termo é sempre uma boa opção.

Fale de forma tranquila, sem pestanejar. Olhe nos olhos, dê pequenos sorrisos, mas nada exagerado. Mesmo quando estiver inserindo uma conversa sexual mantenha a calma, não fique sorrindo a toa. (Um bom exemplo de como se portar é você pensar na postura do James Bond, firme no que fala e na postura corporal, porém não seja tão sério como o 007. Pense num James Bond mais descolado).


RELATOSPassado a teoria, vamos à prática. Abaixo segue 3 abordagens minhas.

Abordagem 01:

Eu estava numa boate. Estava sozinho e por isso já havia socializado com alguns desconhecidos para construir uma social e não ficar taxado como o cara excluído da balada. Já havia inclusive aberto algumas Hbs, porém, até aquele momento, eu não quis evoluir para uma interação mais sexual porque tinha pouco tempo que a balada havia começado.

Até que caminho pela boate e vejo um 2set. Uma Hb branquinha, de corpo estrutural, 170m de altura, cabelos compridos e lisos. Eu daria 10 pra ela fácil. Ao lado, sua amiga feinha, hb5. Não pensei 2x, regra dos 3 segundos e fui falar com elas.

Estendi a mão e disse oi para as duas. Até então elas não me pareceram tão receptivas.

RK: Oi, sou o Rick. Achei você um charme. Adorei a combinação entre seu rosto, boca, cabelo e cor da sua pele. (Elogio Autêntico)

Off topic:
Vale lembrar que se meu jogo não continuasse de forma consistente, é bem possível que eu seria rejeitado, visto que já cheguei elogiando a Hb. Para fazer isso você tem que ter confiança no seu game.

RK: Você é branquinha. Acho isso atraente. Já eu sou misto. Na verdade sou mais moreninho porque tomo sol, porém meu bumbum é da sua cor... Sou de 2 cores. Tipo picolé de mini-saia, sabe como é? Sou colorido. Queimadinho de sol com o bumbum branquelo. Meu bumbum é sexy, mas é branquelo. Na verdade eu queria poder ir numa praia de nudismo só para poder bronzear meu bumbum, mas não sou tão naturalista, acho que eu não teria coragem. (Dramatização com humor sexual).

- Imagine eu falando isso de forma bem tranquila, meio-sério, mantendo a postura física e falando calmamente enquanto as mulheres sorriam muito. Com uma abordagem dessas é bem provável que você consiga quebrar o gelo e possa seguir firma no set. Nessa altura do campeonato ela já terá a certeza que você é o cara mais imprevisível e interessante da festa. Te garanto que se seguir a risca esse técnica você terá grandes chances de se dar bem. Afinal qual homem ali teria a audácia de já chegar falado do bumbum branquelo, por exemplo.

Abordagem 02:

Eu tinha acabado de chegar a um Pub que rola forrozinho bem legal (quem me conhece sabe que eu adoro dançar. A dança transforma vidas! Anotei isso). Daí vejo em uma das mesas uma HB9, morena cor de cravo e canela, muito parecida com a Juliana Paes, linda, deliciosa.
Off topic:
Geralmente gosto de preparar o terreno antes de chamar a Hb para dançar, porém, logo quando cheguei tinha alguns carinhas chamando as amigas dela para dançar. Nos bares que rolam dança é muito comum as mulheres aceitarem dançar com que as convida, dificilmente elas irão recusar, afinal, é só uma dança.
(Não sei o porquê de os carinhas não terem chamado a hb9 para dançar, acho que se sentiram intimidado pela sua beleza, sei lá, talvez).


Aproveitei a oportunidade e já chamei a HB9 para dançar. Estendi a mão e me abaixei como se estivesse realmente chamando uma dama para dançar em uma festa de gala.

RK: Concede-me a honra de uma dança (Já iniciando com humor).

Começamos a dançar e de cara e eu já emendei.

RK: Nossa, seus olhos são bem atraentes. Olhos grandes, como os de uma mulher que inspira sexualidade e confiança. (Elogio autêntico)

RK: Seus olhos me parecem com os da Juliana Paes. Falando nisso você já assistiu ao novo filme de Dona Flor e a seus dois maridos? Filme massa! Com Juliana Paes como Dona Flor. A história é muito top. Conta o dilema de uma mulher divida entre dois amores.
De um lado Vadinho, descarado, safado, vagabundo, aproveitador, que a trata muito mal, inclusive faz questão de usar o dinheiro de dona flor para gastar tudo em farra, jogo e outras mulheres, porém, satisfaz Dona Flor demais sexualmente falando. Ele conhece todos os desejos mais íntimos da Dona Flor, e sabe como dar muito prazer a ela, conhece cada pedacinho de seu corpo, principalmente aqueles que dão mais prazer.
Do outro lado, Teodoro, o farmacêutico, poeta, a trata muito bem, faz questão de agradar dona Flor. Dá tudo que ela quer. Ele inclusive sabendo que ela é uma cozinheira de mão cheia, dá pra ela uma cozinha completa... Sempre querendo agradá-la. Ocorre que Teodoro é um desastre na cama. Horrível. Namorar com ele só em horário e dia certo da semana e quando rola é questão de segundos. Pobre Dona flor. Que dilema de vida! (dramatização com pitadas de humor).

Mais uma vez o caminho estará aberto para uma conversa animada, com teor sexual e novamente a HB saberá que se relacionará com alguém que muito foge dos homens comuns.

Taí galera. Analisando meus games cheguei a esses padrões. Garanto a vocês que os resultados são muitos bons.



CALIBRAGEMPara finalizar ainda deixarei mais uma super dica. Vamos falar de Calibragem Corporal. Esse tema merece um artigo apenas sobre ele, porém, já que estamos falando de abordagem entendo ser propicio comentar, mesmo que superficialmente.

Calibragem corporal resumidamente é a sensibilidade que devemos ter de forma a controlar nosso corpo de acordo a reação da HB. Assim sendo, quando a Hb tiver receptiva, por exemplo: estiver dando boas gargalhadas quando você estiver dramatizando, você deve encostar seu corpo ao dela, aproveitar para kina-la também.

Contudo, quando a Hb não estiver tão receptiva, por exemplo: não sorri da suas piadas, você deve afastar seu corpo um pouco do dela fazendo com que ela ganhe espaço e até mesmo que ela comece a avançar o corpo em favor do seu e comece a contribuir com o game.


Galera, vou ficando por aqui. Espero ter ajudado. Como eu disse essa técnica foi criada por mim, claro que utilizando conceitos já conhecidos no PU, porém usando especificamente para abordagem. Como sei que vocês gostam, vou deixando 2 fotinhas.
[ Imagem ]
[ Imagem ]
E como eu sempre digo:
Quer ficar bom nesse jogo???
Pratique!!!! Estude, mas, sobretudo, pratique!!! Vá pra rua, pra festa, pro shopping, enfim, pra qualquer lugar que tem mulher e as aborde!!!!
Leve foras! Seja rejeitado! Trema na base! Passe vergonha na frente de uma HB10... Não importa!
Esse é um jogo que vc aprende com os erros e acertos! O mais importante é não se importar com o jogo que não funciona! NÃO CONSIDERE A REAÇÃO DAS HBS! CONSIDERE A SUAS REAÇÕES!!! Se divirta jogando!
DIVIRTA-SE!!!


E USEM SEMPRE CAMISINHA!!! MUITO MELHOR QUE 10 ORGASMOS É PEGAR O EXAME DE HIV COM UM RESULTADO NEGATIVO!!!!
[/size]



Gostei mandou bem. Só da pra aprender saindo errando e analisando o seu próprio game. Valeu :ae
Rica Villa

MEMBRO PROFISSIONAL

#1078820
alanluciorodrigues escreveu:Como assim? :confuso
você esta querendo dizer que ele criou uma nova rotina um novo método, além do direct, indirect e natural, agora existe fórmula boiolão, fiquei confuso.


Todos métodos e conquistas existem desde muito tempo. O detalhe da coisa é que só depois da libertação sexual eles podiam ser explicados. Não se inventa nada de novo. Apenas alguém conceitua diferente. Uns anos atrás você pedia um bom vinho e as HBs já olhavam para ver quem você era. Hoje o cara pede um copão de cerveja e fala umas besteiras sobre retrogosto e vai aparecer mulher encantada.
O que esse rapaz faz é levar ao extremo o vale tudo. A mulher vê nele um grande parceiro para fofoquear e falar viadagens de cabelereiros, ele vai deixando ela confortável e depois da o bote. Nota como ela tem de tudo um pouco? Natural com o jeitão de viado, indirect pq ela não percebe que um viado possa querer algo e direct quando ele vai pro abate.
Por isso não importa saber tanto esses termos e sim de método para atingir o objetivo.
Avatar pua

Criador do tópico

Rickk - MEMBRO EXCLUSIVO
#1078842
Rica Villa escreveu:
alanluciorodrigues escreveu:Como assim? :confuso
você esta querendo dizer que ele criou uma nova rotina um novo método, além do direct, indirect e natural, agora existe fórmula boiolão, fiquei confuso.


Todos métodos e conquistas existem desde muito tempo. O detalhe da coisa é que só depois da libertação sexual eles podiam ser explicados. Não se inventa nada de novo. Apenas alguém conceitua diferente. Uns anos atrás você pedia um bom vinho e as HBs já olhavam para ver quem você era. Hoje o cara pede um copão de cerveja e fala umas besteiras sobre retrogosto e vai aparecer mulher encantada.
O que esse rapaz faz é levar ao extremo o vale tudo. A mulher vê nele um grande parceiro para fofoquear e falar viadagens de cabelereiros, ele vai deixando ela confortável e depois da o bote. Nota como ela tem de tudo um pouco? Natural com o jeitão de viado, indirect pq ela não percebe que um viado possa querer algo e direct quando ele vai pro abate.
Por isso não importa saber tanto esses termos e sim de método para atingir o objetivo.


Belo discurso de quem não entende nada com nada... Se tu quer assumir tua feminilidade fique a vontade... Não precisa se basear em ngm pra isso....
Rica Villa

MEMBRO PROFISSIONAL

#1078844
Rickk escreveu:
Belo discurso de quem não entende nada com nada... Se tu quer assumir tua feminilidade fique a vontade... Não precisa se basear em ngm pra isso....


Teu depoimento e teu "segredo" foram digitados por ti. Ninguém disse que tu é homossexual. Apenas você se travestiu de uma personagem, entendeu bem o espirito da palavra artist na sigla pua. Como falei anteriormente é preciso bastante coragem para fazer isso, e eu não iria tão longe por mulheres. Ainda mais pensando que tenho os meus pais vivos e isso seria de profunda humilhação para eles. Deve ser complicado explicar para um pai que o cara se finge de viado só pra beijar mulher.