Assuntos não relacionados ao tema principal do fórum.
Avatar pua

Criador do tópico

Ludico

Aprendiz

#944239 Ricardo Malla,

Imagem



Obrigado por ter tido a paciência de ter escrito esse baita texto. Ficou de tirar o chapéu!!!

Realmente, você conseguiu sintetizar toda a dúvida que eu tinha em uma resposta bem completa. Acho que todo mundo que respondeu ao tópico também concorda com você.

A imagem da bomba então! Serviu para acabar com todo o meu conceito pré-estabelecido de estabilidade. :rolf


________________________________________________________________


Por fim, deixo aqui meu profundo agradecimento a todos que responderam. Obrigado pela suas opiniões. E podem ter certeza que eles ajudaram MUITO mesmo.

Paz e sorte!

Ludico

ANÚNCIOS

Avatar pua
Devourer

PUA Avançado

#944242 '' vale a pena sacrificar tanto da minha juventude por uma futura estabilidade financeira?'' quem te falou isso mano? dá pra você seguir a sua vida normalmente , estudando medicina e fazendo o que você gosta...e se for o caso de arriscar a sua juventude é apenas alguns anos , quando você tá estudando para o vestibular, te garanto que vale a pena sim , pois médico é muito bem pago, sem contar nos assédios das mulheres neles kkkk
Avatar pua
KimXD

Veterano - nível 10

#997731 A minha opinião é diferente da maioria, eu acho loucura deixar de fazer medicina para dar aulas, sem contar que você gastou muito tempo estudando para medicina, eu também tive um pouco desse dilema sober dar aulas, mas eu me decidi que não é isso que eu quero para minha vida, não que tenha uma escolha certa ou errada como padrão para todos, cada um sabe o que é melhor para si, mas tenha o pé no chão quanto ao dinheiro, faça para você a seguinte pergunta: o quanto o dinheiro é importante para a minha felicidade? para mim é muito, por exemplo eu não acho que para mim valeria a pena a satisfação de dar aula sendo que quando eu passasse mal eu teria que entrar em um desses açougues que eles chamam de hospital público e passar o dia inteiro para receber um simples atendimento(ou passa o dia todo e nem conseguir ser atendido, nem vou falar sobre ter um problema grave e precisar de um acompanhamento frequente de um cardiologista por exemplo) por eu não ter dinheiro suficiente para pagar um plano de saúde bom, você vai ser mais feliz por ensinar jovens determinada matéria ou ter dinheiro suficiente para tranquilamente fazer durante o ano várias viagens internacionais sem comprometer seus gastos ou comprar uma BMW(enquanto um professor na maioria das vezes vai comprar um carro popular financiado de 60x) ou outro carro de luxo caso você goste ou uma casa de praia, tem que levar isso em conta o quanto o dinheiro é importante na sua vida, como médico se você for competente dificilmente vai ganhar mal, e provavelmente fácilmente vai conseguir ter todas essas coisas que eu citei, já como professor mesmo sendo competente, na maioria das vezes dificilmente você vai conseguir essas coisas, sem contar que talvez você não conheça a realidade que é dar aulas, muitas pessoas se surpreende quando vão dar aula, conheço algumas pessoas que deram aulas por pouco tempo e falaram que não querem de forma alguma voltar a fazer aquilo, só se for muito necessário, tenho um amigo que começou a cursar geografia e durante o curso ele começou a dar aulas para ensino médio, quando ele viu a realidade que era aquilo ele trancou o curso e começou a estudar para cursar Direito e terminou o curso de Direito, tem que levar em conta que hoje em dia os jovens estão completamente sem controle, sem regras desde dentro de casa e não vai ser você que vai colocar isso neles, se você for dar aulas em escolas públicas então... vai ver a baderna que é, e que a maioria deles não tem um pingo de respeito ou medo dos professores, tem que gostar muito disso para conviver com isso e gostar, pense bem no quanto o dinheiro é importante para você, eu por exemplo vou ser mais feliz tendo dinheiro para gastar fora do meu serviço na minha vida pessoal, sem contar que no seu caso medicina não é uma coisa chata e você com certeza tem certa afinidade com isso, caso contrário não teria gastado tanto tempo estudando para passar.


Outra coisa, não caia nessa ilusão de que você ta disperdiçando sua juventude não, pelo contrário, disperdiçando a juventa ta quem nessa idade vive em função de ficar indo para todas as baladinhas e festinhas que conseguir para tentar pegar mulher e esquece do futuro(não que deva ficar trancado e não fazer nada além de estudar, mas os estudos são sempre prioridade), e quando esse futuro virar presente esses não vão ter uma boa situação financeira e vão viver uma vida ruim na maioria dos casos, a melhor fase da vida do homem é após os 30 anos caso ele tenha se preocupado com o futuro, mesmo que sua juventude tenha sido boa e bem aproveitada depois de por volta 30 anos(pode ser antes ou depois, não é uma uma data exata) vai ficar melhor caso ele tenha alcançado a estabilidade financeira e vai ter muito mais liberdade para todas as áreas da vida e vai subir muito socialmente.
Avatar pua
gameplayer - DOADOR

Veterano - nível 9

#997959
KimXD escreveu:A minha opinião é diferente da maioria, eu acho loucura deixar de fazer medicina para dar aulas, sem contar que você gastou muito tempo estudando para medicina, eu também tive um pouco desse dilema sober dar aulas, mas eu me decidi que não é isso que eu quero para minha vida, não que tenha uma escolha certa ou errada como padrão para todos, cada um sabe o que é melhor para si, mas tenha o pé no chão quanto ao dinheiro, faça para você a seguinte pergunta: o quanto o dinheiro é importante para a minha felicidade? para mim é muito, por exemplo eu não acho que para mim valeria a pena a satisfação de dar aula sendo que quando eu passasse mal eu teria que entrar em um desses açougues que eles chamam de hospital público e passar o dia inteiro para receber um simples atendimento(ou passa o dia todo e nem conseguir ser atendido, nem vou falar sobre ter um problema grave e precisar de um acompanhamento frequente de um cardiologista por exemplo) por eu não ter dinheiro suficiente para pagar um plano de saúde bom, você vai ser mais feliz por ensinar jovens determinada matéria ou ter dinheiro suficiente para tranquilamente fazer durante o ano várias viagens internacionais sem comprometer seus gastos ou comprar uma BMW(enquanto um professor na maioria das vezes vai comprar um carro popular financiado de 60x) ou outro carro de luxo caso você goste ou uma casa de praia, tem que levar isso em conta o quanto o dinheiro é importante na sua vida, como médico se você for competente dificilmente vai ganhar mal, e provavelmente fácilmente vai conseguir ter todas essas coisas que eu citei, já como professor mesmo sendo competente, na maioria das vezes dificilmente você vai conseguir essas coisas, sem contar que talvez você não conheça a realidade que é dar aulas, muitas pessoas se surpreende quando vão dar aula, conheço algumas pessoas que deram aulas por pouco tempo e falaram que não querem de forma alguma voltar a fazer aquilo, só se for muito necessário, tenho um amigo que começou a cursar geografia e durante o curso ele começou a dar aulas para ensino médio, quando ele viu a realidade que era aquilo ele trancou o curso e começou a estudar para cursar Direito e terminou o curso de Direito, tem que levar em conta que hoje em dia os jovens estão completamente sem controle, sem regras desde dentro de casa e não vai ser você que vai colocar isso neles, se você for dar aulas em escolas públicas então... vai ver a baderna que é, e que a maioria deles não tem um pingo de respeito ou medo dos professores, tem que gostar muito disso para conviver com isso e gostar, pense bem no quanto o dinheiro é importante para você, eu por exemplo vou ser mais feliz tendo dinheiro para gastar fora do meu serviço na minha vida pessoal, sem contar que no seu caso medicina não é uma coisa chata e você com certeza tem certa afinidade com isso, caso contrário não teria gastado tanto tempo estudando para passar.


Outra coisa, não caia nessa ilusão de que você ta disperdiçando sua juventude não, pelo contrário, disperdiçando a juventa ta quem nessa idade vive em função de ficar indo para todas as baladinhas e festinhas que conseguir para tentar pegar mulher e esquece do futuro(não que deva ficar trancado e não fazer nada além de estudar, mas os estudos são sempre prioridade), e quando esse futuro virar presente esses não vão ter uma boa situação financeira e vão viver uma vida ruim na maioria dos casos, a melhor fase da vida do homem é após os 30 anos caso ele tenha se preocupado com o futuro, mesmo que sua juventude tenha sido boa e bem aproveitada depois de por volta 30 anos(pode ser antes ou depois, não é uma uma data exata) vai ficar melhor caso ele tenha alcançado a estabilidade financeira e vai ter muito mais liberdade para todas as áreas da vida e vai subir muito socialmente.


Sei que o tópico é do ano passado, mas estou lendo ele porque estou nesse mesmo dilema. Cara achei sensacional essa sua resposta. Quero só fazer uma observação/conseguir uma opinião: tipo, o que vale mais a pena, conseguir bastante dinheiro (uma vida luxuosa com viagens, carrões, segurança, conforto) mas com uma rotina em que você não sente muito prazer ou uma vida mais simples (disse mais simples, como uma vida de classe média) em que você se sinta empolgado em trabalhar e exercer sua profissão???
Avatar pua
KimXD

Veterano - nível 10

#998028 Nossa eu nem tinha visto que o tópico era de 1 ano atrás kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk pelo menos eu não escrevi atoa e te ajudei kkkkkkkk cara é uma pergunta sem resposta padrão, para cada um vai ser diferente, eu particularmente acho que EU vou sentir mais prazer tendo uma vida pessoal com mais luxos e sem problemas financeiros, mas vai de cada um, sem contar que nós que temos a oportunidade de escolher entre várias faculdades, boa parte das vezes a profissão que escolhemos que da mais dinheiro não é necessariamente um coisa chata e insuportável, só não é a opção principal que achamos mais legal, rotina chata é para quem precisa fazer um serviço que odeia, cansativo e no final do mês vai ganhar mal, imagina trabalhar em serviços braçais isso sim vai ser chato ainda mais quando no final do mês seu salário vai ser ruim.

Eu penso também, quantas horas por semana eu vou passar trabalhando e quantas horas por semana eu vou passar livre na minha vida pessoal? vai passar muito mais na sua vida pessoal vivendo baseado no que você ganha em seu serviço, mas ai que entra a pergunta, o quanto o dinheiro é necessário para sua felicidade?
Avatar pua

Criador do tópico

Ludico

Aprendiz

#999014 Obrigado pelas novas respostas, pessoal.

Realmente, eu fiz esse tópico há um ano atrás, quando eu estava em um momento de total insegurança da minha vida profissonal. Não sabia que caminho seguir para o futuro e tudo me parecia confuso. Hoje já estou bem melhor, consegui me orientar nesta parte da minha vida e estou voltando a me dedicar às artes venusianas (coisa que eu havia deixado de lado e que me fez muita falta).

Bom, caso alguém precise de algum auxílio, como o camarada acima, eu vou passar algumas dicas que me foram bem úteis e que me ajudaram a me situar na vida.

1) Assim como o KimXD mencionou, é muito importante olhar para o lado finaceiro da profissão. No próprio caítulo 1 do MM, o autor friza que devemos ter sucesso em 3 áreas vitais da nossa vida: amor, saúde e RIQUEZA. Não que devemos ser uns porcos materialistas, mas temos que considerar que a estabilidade finaceira nos garante conforto, pouco estresse, auxiliar nossa família e nos possibilita também diversas oportunidades interessantes, além de outras coisas que nos garantem S&R. Lembrem-se, vivemos em um mundo capitalista.

2) Outra dica para escolher a profissão é parar de ficar imaginando como seria o seu futuro dentro do quarto e começar a sair e procurar falar profissionais que são formados e atuam na área. Essa sim é uma dica valiozíssima. Como eu tinha interesse em ser professor, eu falei com diversos professores e visitei várias escolas da minha cidade para ver como era a realidade da profissão. E realmente, ser professor no Brasil é completamente diferente do que eu idealizava. Também fiquei uma semana inteira dentro de um hospital para conhecer a profissão de médico e também não me identifiquei com o ramo de atuação. Além disso, eu não havia reparado que hospitais eram ambientes tão melancólicos.

3) Mais um coisa: descobrir aquilo em que você já tem um certo talento! Se você tem o dom para exatas, humanas ou biológicas. Eu, por exemplo, sempre tive facilidade com números. Logo, fui na universidade federal da minha cidade e falei com os professores e alunos dos cursos que tinham matemática (engenharias, física, oceanologia). Todos eles foram muito atenciosos e me orientaram com relação a construção de uma carreira em torno de sua área específica.

Hoje estou matriculado no curso de engenharia civil dessa universidade e realmente tenho gostado bastante do curso. Estou desenvolvendo um projeto de telhado verde e minhas notas estão (até o momento) muito boas. Pretendo me pós-graduar e seguir carreira como professor universitário.

Por fim, esse é o conselho que posso dar. Se algum membro tiver mais alguma dúvida, terei o prazer de responder.

E respondendo a pergunta do colega gameplayer: eu optaria pela vida simples. Afinal você pode ter uma vida confortável sem que ela seja luxuosa. Dinheiro é importante? Sim. Mas não precisa ser tanto. Quando eu mecionoei que a riqueza era importante, não me referi a grandes proporções de capital. Tendo um ap, um carrinho popular e fazendo umas viagenzinhas nas férias pra mim já está de bom tamanho no quesito riqueza.

Obrigado novamente àqueles que responderam meu tópico! Principalmente ao KimXD que fez colocações bem interessantes!

:ae
Avatar pua
Detroit Lion

Aprendiz

#999468 Já pensou em dar aula em faculdade?
Eu tbm tenho essa duvida cruel,mas no meu caso é engenharia elétrica e professor nível superior.Juntei os dois e agora tenho como objetivo final dar aula na UFMG
Avatar pua

Criador do tópico

Ludico

Aprendiz

#999632
Detroit Lion escreveu:Já pensou em dar aula em faculdade?
Eu tbm tenho essa duvida cruel,mas no meu caso é engenharia elétrica e professor nível superior.Juntei os dois e agora tenho como objetivo final dar aula na UFMG


Já sim. Hoje em dia esse é o meu objetivo. Já estou cursando eng. civil.

Eu acho uma boa nós 2 seguirmos esse caminho, porque sendo professor universitário nós vamos ter uma boa graninha, estabilidade no emprego por sermos concursados e também vamos conviver com muitas HB's universitárias.

:rolf

Além disso, deve ser muito bom ser professor da UFMG. É umas das melhores universidades do país.
Mike Tyson

Aprendiz

#999645 Cara experiência propria, faz oq gosta, primeiro se vc fizer aquilo que gosta vc terá maior probabilidade de ser bem sucedido na área, e lógicamente ganhando mais.
Estou no 3 ano de uma faculdade, escolhi o curso mais por questão de estabilidade financeira, e posso dizer que se pudesse voltar teria escolhido o curso que realmente me interessava (filosoia), no meu caso tbm gosto do meu curso atual (direito), porém paixão mesmo só filosofia.
em fim, seu futuro que está em jogo, então pense direitinho e se resolver de fato seguir em um curso como história (que INFELIZMENTE nn é tão reconhecido no nosso país), se dedique pra ser um dos melhores pois o mercado nn comporta todos, no mais boa sorte parceiro
Sir Zidade

Aprendiz

#999731 Vale mais a pena seguir a vocação. Sofrer de segunda a sexta por conta de um salário alto não compensa.

Melhor estudar e se esforçar na sua área.