Relatos pessoais, artigos, textos e vídeos para motivar qualquer um.
Avatar pua

Criador do tópico

Paradisepunx - MEMBRO EXCLUSIVO
#935150 Franqueza

Vivemos em uma sociedade tomada por uma série de comportamentos e atitudes impostas de maneira sutil e as vezes não tão sutis, existem os comportamentos considerados aceitáveis e os recrimináveis, nos perdemos nesse mar de aparências, um verdadeiro baile de máscaras e no final das contas não conseguimos mais distinguir, o que realmente é importante e o que devemos fazer.

Na minha visão o único caminho para acabar com essa situação que vivemos no dia a dia, em vários ambientes sociais que freqüentamos ou participamos, sejam eles reais ou virtuais é buscando a franqueza, claro que devemos buscar o momento adequado para usarmos a franqueza e também o momento psicológico, e o inverso também, como existem pessoas que se tornam peritas em serem escorregadias, devemos tomar a dianteira e jogar as cartas na mesa.

Devido a influencia que sofremos do cristianismo cultural, acabamos tendo medo de falar as coisas por não querer magoar as pessoas e fazer elas sofrer, mas o que ocorre é exatamente o oposto, quando deixamos de ser honestos e realistas acabamos protelando um sofrimento que se mostra inevitável, quando a pessoa matem o mesmo tipo de comportamento esperando resultados diferentes.

Eu sei apesar de não ser cristão, que muitos profetas foram até mesmo assassinados simplesmente por serem francos, esse aqui seria o extremo da situação, você levar a franqueza ao ponto de por em risco sua própria segurança pessoal, por isso que é necessário ter tato e saber os momentos certos de jogar a merda no ventilador, tomando todas as precauções, joguem a merda no ventilador sem dó.

Coragem para ser franco

É preciso coragem, e coragem não é sinônimo de não ter medo, dizer o que as pessoas não querem ouvir, ser inconveniente faz com que nossa vida seja mais trabalhosa e até mesmo cansativa, é sendo franco é isso mesmo, quando começamos a falar mais o que pensamos, a dar nossa cara a tapa, as coisas começam a ficar mais complicadas.

Porém isso é um sinal positivo, porque quando somos francos, damos a chance das pessoas nos conhecerem e nos conhecendo terem uma opinião mais precisa sobre quem realmente somos, isso agaria humores favoráveis e contrários, amigos e adversários, fazendo com que o jogo fique muito mais homogêneo nos permitindo avançar e retroceder com mais facilidade.

E é preciso coragem mesmo, porque quando incomodamos, devemos manter posições, e devemos ter mais força ainda para mudar nossas posições, muitas vezes prestando contas da nossa ambigüidade, tendo paciência para explicarmos o porque de as coisas estarem mudando, e porque nossa decisão se deu dessa maneira ou de outra maneira.

Tudo isso poderia ser resumido em uma idéia um pouco mais simples, ter coragem de ser franco significa de maneira definitiva sair da zona de conforto, e sair da zona de conforto significa ser uma pessoa de atitude, e ser uma pessoa de atitude significa liderar, e liderar significa colher os louros e também colher a responsabilidade pelos fracassos.

Muitas pessoas querem recolher os louros sem se responsabilizarem pelo fracasso, muitas querem simplesmente ver o circo pegando fogo pelo puro prazer na morbidez, e apontarem o dedo com a cabeça pendulando batendo com a mão na testa como um grande sábio que tudo percebe e dizer, eu avisei que isso iria dar errado, com um riso cínico no canto da boca.

Busquem com um exercício diário rancar o cinismo da vida de vocês, ser sínico é sinônimo de estar na zona de conforto é um comportamento auto-destrutivo, que apesar de nos dar momentaneamente prazer em segundo momento se mostra um prazer amargo e custoso, de nunca conseguirmos fazer o que desejamos, e nos ver com coadjuvante da vida de pessoas que mesmo que fracassem temporariamente estão agindo e partindo pra briga.

Conseqüências de ser Franco

Eu busco analisar as coisas pelos seus múltiplos aspectos, podemos simplificar em uma lista de vantagens e desvantagens, acho um bom método mas podemos também pensar em ambas implicações vou tentar mesclar as duas formas em uma lista, segue abaixo:

Vantagens:

Sendo franco você se sente você mesmo.

Sendo franco você aumenta sua zona de influência nas várias esferas sociais, sejam reais ou virtuais.

Sendo franco você consegue ser mais proativo e vigilante quanto suas opiniões.

Sendo franco você consegue se destacar em um mundo onde as pessoas tem medo de dizer o que pensam.

Sendo franco você esta consolidando um pilar fundamental da liderança real.

Sendo franco você produz uma visão estratégica mais abrangente no seu ciclo social.

Desvantagens:

Sendo franco você precisa se policiar mais e pensar muito antes de dizer o que pensa.

Sendo franco você vai adquirir inimizades.

Sendo franco coisas simples se tornaram mais complexas.

Sendo franco você vai ser obrigado a ter a mudança como uma constante e sair da zona de conforto.

Sendo franco você não vai poder mentir pra si mesmo achando que agrada todo mundo, aliais o maior motivo de não sermos franco na minha opinião é a falsa idéia de poder ser neutro e agradar todo mundo.

Sendo franco você precisara ampliar sua visão para os conspiradores, e aqui vai um aviso só sofre conspiração quem esta em posição de liderança ou de alguma maneira ameaça a posição dos bundões cínicos e covardões, mas sejam cuidadosos com essa gente, elas podem realmente te empurrar na curva.

Em conseqüência do ponto anteiror, ser franco demanda paciência para desenvolver uma inteligência emocional muito mas muito maior que a média.

Franqueza nunca é absoluta, sempre é relativa.

Aqui vamos pra outro aspecto de ser franco, nada é absoluto, por mais que sejamos francos com nossa opinião, o feitiço pode se voltar contra o feiticeiro, as vezes ser franco demais é também tapar o sol com a peneira e usar nossas opiniões como maneira de oprimir que esta em nossa volta, simplesmente por nos sentirmos muito honestos e por vezes a pedra angular do comportamento e ética.

Isso é muito fácil visualizar em lideranças religiosas e políticas, que tem como material da maior parte de seus discursos e ações questões éticas e filosóficas, por isso que a expertise emocional deve ser muito clara na mente de quem busca usar a franqueza, devemos buscar ser diligente no uso dessa ferramenta, para não nos vermos reféns dela.

A congruência entre ações e palavras nunca será total, é comum cometermos deslizes, mas isso não deve justificar mau-caratismo, e hipocrisia escancarada, encarnada em pura demagogia, essas práticas não são virtuosas e invariavelmente vão levar os indivíduos que adentrem esse caminho a auto-destruição e aniquilação.

Temos dois extremos aqui e entre estes pólos uma gama infinita de situações e combinações, de lado temos a pessoa que mente e finge o tempo todo para agradar, um eterno engolidor de sapos e de outro extremo temos o sincerone que não consegue manter suas idéias dentro da sua cabeça sem cuspir o que pensa pela boca, um coitado que sofre de descontrole emocional, sendo completamente reativo.

A franqueza esta entre essas situações extremas num local chamado equilíbrio, não existe e nunca vai existir, regras ou leis de aplicação clara como na física clássica, para de maneira precisa ditar quando, onde e como, você deve agir, mais uma coisa é clara, devemos agir com franqueza e congruência, ao peso de perdemos nossa individualidade.

Franqueza é o melhor caminho para o conheça a ti mesmo.

Vamos falar de outro aspecto da franqueza que nada tem a ver com a sociedade ou o mundo exterior, ser franco muitas vezes é apenas ser franco com você mesmo, e isso implica em cortar na própria carne e não ficarmos tapando o sol com a peneira em rodeios de pensamentos e especulações muito nobres e filosóficos, porém não francos.

Em outras palavras pare de mentir pra você mesmo, as vezes ficamos em um círculo vicioso e por isso eu entendo que somos totalmente responsáveis pela nossa realidade, estamos obesos e nos intitulamos de gordinhos, fumamos e nos vemos com uma atitude blasé, estamos morrendo de medo de falar com mulheres e simplesmente dizemos que isso é AA e ficamos num rodeio teórico pra dizer que estamos com medo de abordar, ou medo de seja o que for.

Muitas vezes estamos simplesmente com tesão em uma mulher e queremos simplesmente transar com ela, e criamos um enredo de sedução indicando que queremos namorar ou algo mais sério, e nos enganamos com nossas próprias mentiras e é patético porque fica claro pra mulher que interagimos ou nosso interlocutor que simplesmente estamos nós mesmos nos enganado de maneira ridícula e imatura.

A capacidade de ser franco consigo mesmo, de aceitar a realidade como ela é, na minha opinião é a maneira mais direta e prática de evoluir, é dolorida, te faz crescer na base da porrada, desperta muitos demônios interiores, frustrações, traumas, mais não existe outro caminho, o ponto de partida da ação se chama realidade, não imaginação.

O que queremos, se ainda queremos, pra onde vamos, o que vamos fazer, se vamos mudar, o quanto vamos mudar, isso tudo demanda auto-conhecimento, e se imaginamos que somos algo diferente do que realmente somos, acabamos por conhecer e conviver com um falso eu que simplesmente não corresponde a nossa realidade, no final passamos uma parte da nossa vida convivendo com um estranho e esse estranho somos nós mesmos.

Acreditamos ser mais belos que somos, acreditamos ser mais inteligentes que somos, nós aumentamos nosso desempenho artificialmente para impressionar, e o problema disso tudo é que saímos do nosso caminho, saímos do nosso eixo, para impressionar pessoas que as vezes ficamos meses sem ver, ou que nunca mais vamos ver novamente, tomem cuidado com isso, busquem ser francos consigo.

Locais e situações que devemos e não devemos aplicar a franqueza.

O mundo não é cor de rosa, e as pessoas são vingativas e rancorosas, locais que eu realmente acredito que você deve ser sincero é no seu ambiente profissional, nas redes sociais, principalmente as que você goza do anonimato como o pua base, em relacionamentos que gozem do mínimo de confiança ou que são estratégicos.

Acredito que a franqueza deve ser absoluta na relação com o terapeuta, na relação com seu coaching de relacionamentos, ou seja com ajuda profissional que realmente esta te fazendo crescer, acredito que deve ser franco na sua auto-avaliação, ser franco com seus familiares mais próximos que não tenham nenhum tipo de comportamento fora do normal.

Porém não acredito que devemos ser francos em locais que a aparência simplesmente domina, ou em disputas que por vezes se fazem necessários uma boa dose de imaginação e dissimulação, como é o caso das artes venusianas na etapa de conquista, também não recomendo que sejam inicialmente francos com médicos relativo ao uso ou abuso de drogas sejam licitas ou ilícitas.

Não devemos ser naturalmente francos em disputas jurídicas, em questões jurídicas seu discurso deve ser corroborado com conhecimento jurídico, a linguagem deve ser adequada ao linguajar e a forma de pensamento jurídico, isso é um alerta para pessoas que erroneamente acham que a funcionários do judiciário iram se apiedar da sua versão, tomem cuidado com isso.

Aqui vale o uso do bom senso e da inteligência emocional, todo regra só é realmente valida quando pode ser quebrada, isso é aplicação de uma interação dinâmica e não engessada com a realidade, espero ter contribuído para a reflexão desse debate e ter ajudados meus companheiros e amigos de fórum.

Paradisepunx !

ANÚNCIOS

Avatar pua
addictedtoyou

Veterano - nível 4

#937056 Caro Paradisepunx,

Gosto muito de ler seus artigos e comentários, você escreve muito bem, é indiretamente aula de redação, haha.

Esse artigo é daqueles que nos fazem refletir sobre como agimos, às vezes nos falta coragem para ser o que nossa genética afirma, Homens.

Abraços e Sucesso!
Avatar pua

Criador do tópico

Paradisepunx - MEMBRO EXCLUSIVO
#937097 @addictedtoyou

Fala irmão, eu tenho caprichado na redação dos artigos pro puabase pra tentar passar minhas ideias da maneira mais clara possível para que for ler futuramente meus textos, como sou historiador, e fui professor um tempo acabo exagerando na didática as vezes, mais são coisas que acabamos levando conosco ao longo da nossa jornada de vida, obrigado pelo elogio, fico feliz de ter conseguido a clareza almeijada.

A coragem é uma deicsão consciênte que devemos tomar diante da sensação de medo, essa é a questão central do pua e da vida, arriscar, ir além, dar nosso gás, acreditar em nossos sonhos, não nos deixar influenciar por críticas, não ter medo de desagradar, dar a cara a bater, essas são caracterísitcas fundamentais para consolidar um sonho e uma visão, mas em um nível mais simples é o fundamental pra abordar aquela HB que te interessa.

A coragem é o combustível dos grandes feitos é a fibra dos heróis é o brilho das estrelas, tem o preço é verdade, o pequeno pedágio do desconforto, do medo, mas não existem atalhos, então é melhor começar desde já a lidar com o medo, usar nossa sagacidade e expertise e lutar pelo que realmente queremos, sendo FRANCOS e HONESTOS, se não com o mundo que seja conosco, creio que pegou o espírito do artigo e fico feliz com sua postagem.

Paradisepunx !
cobalt

Aprendiz

#937610 Excelente tópico velho. Já aplico isso bastante no meu profissional, você define posições assume riscos e parte para o que vier, hoje o mais foda para mim é aplicar no emocional hehe.

Mas vamos trabalhando!