Aqui é aonde Arquivamos as discussões e debates do PUABASE.
Apenas Membros VIPS
Organização sempre!
Avatar pua

Criador do tópico

straightcmg

Aprendiz

#1009563 Fala puazada! Semana passada conversando sobre a vida com um grande amigo meu sobre uma antiga ex que esse coração pua vagabundo insiste em não esquecer aprendi uma grande lição com ele.

Relacionamentos mal resolvidos uma hora ou outra irão te tirar a paz!

Refletindo sobre isso no outro dia após nossa conversa, resolvi fazer uma lista de todas as mulheres que me marcaram de alguma forma especial durante os últimos anos. Eliminando todas os KCs e FCs sem importância e focando apenas naquelas que surgiu algum tipo de sentimento maior. A lista que poderia ser gigante se reduziu a poucas garotas e então eu percebi uma grande verdade.

Todos os relacionamentos, sentimentos, paixonites e o caralho a quatro como queiram nomear, que terminaram bem resolvidos nunca mais me assombraram.

Quando digo bem resolvidos quero dizer que o término foi bem definido com uma conversa franca entre as partes onde os dois em comum acordo ou as vezes até mesmo por meio de uma briga entenderam que era a hora de dar um ponto final no que estava acontecendo de uma vez por todas, sem meias palavras, sem deixar pra resolver amanhã, sem vamos ver aonde isso dá, sem indecisão na hora de dizer adeus...

Por outro lado me deparei com duas paixonites que ainda mexem comigo de alguma forma e resolvi analisar a situação com um olhar crítico pra entender pq essas duas garotas dentre tantas outras que passaram na minha vida ainda tinham o poder de me deixar balançado de alguma forma.

A primeira foi minha primeira grande conquista após conhecer o pick up, meu primeiro grande jogo, e a gente realmente se entendia bem, ela não é nem de longe a menina mais bonita que eu já conquistei mas a nossa amizade era algo real, infelizmente por causa da distancia, moravamos em cidades distantes e só nos viamos nas férias, a distancia afastou a gente. Brigamos por um motivo qualquer, ciúmes talvez e tudo terminou do nada sem sinceridade e com um sentimento forte um pelo outro ainda. Anos depois tivemos uma conversa por redes sociais, ela já namorando um cara a muitos anos ainda não havia me esquecido e ficou balançada quando conversamos.

Depois desse dia sem mais nem menos ela simplesmente me bloqueou em todas as redes sociais para evitar qualquer tipo de contato. Hoje entendo que ela ainda de alguma se importa e respeito a atitude dela de não querer lembrar e valorizar o companheiro atual dela. Depois de toda essa análise finalmente me libertei dessa paixonite e a deixei ir, resolvi que foi bonito foi mas não havia mais reticencias e só um ponto final ali.

A segunda paixonite é mais recente, uma das hbs mais lindas e gente boa que eu já conheci na vida, meus amigos até hoje não entendem como eu fui capaz de conquistar uma mina assim (sou pua caralho :mau ).

Infelizmente por não ter maturidade e experiencia suficiente em relacionamentos sérios eu meio que inconscientemente procurei motivos para sabotar a relação. Coloquei pedras no nosso caminho que tornaram a situação insustentavel. Terminei nosso relacionamento sem nunca termos brigado de fato. Fiz cagada confesso e depois pedi desculpa. Apesar de todas as besteiras ela me perdoou e os amigos dela que me adoravam até fizeram campanha para que a gente voltasse. Mas mesmo com algum esforço o dano que eu causei na relação não poderia ser desfeito facilmente e eu não quis pagar pra ver na época. Segui minha vida e nunca tivemos uma conversa de ponto final. Acabou do nada e não foi bem resolvido.

Isso ainda me atormenta meus caros amigos, toda vez que lembro da nossa parceria sinto falta, quando encontro a mesma em alguma festa o coração sente vontade de ir atrás e resolver a situação de uma vez por todas, mas o orgulho e o medo da incerteza da receptividade de um para com o outro faz com que quando nos encontramos um finja que não viu o outro.

Não sofro pq não a tenho mais ou por que ainda a desejo, meu coração simplesmente não sente paz pq a situação nunca foi resolvida. Creio que alguns de vcs talvez já passaram ou ainda passem por situação parecida em relação a falta da paz de espírito que uma relação mal resolvida trouxe.

Depois das análises e de me libertar da primeira paixonite resolvi que a hora a de resolver a segunda situação está chegando, moro numa cidade pequena e tenho certeza que uma hora ou outra nossos destinos vão se cruzar de novo, não temos mais contato por rede social e acredito que a situação requer presença física para ser bem resolvida. Vou esquecer do meu orgulho e com humildade procurar um diálogo. Tendo sucesso ou não na abordagem, o simples fato de saber que tentei resolver a situação da melhor maneira possível vai me trazer libertação...

Queridos Puas do meu Brasil, resolvam os seus relacionamentos mal resolvidos, foquem em resolver seus problemas internos, por que sem uma mente forte e paz de espírito todo o potencial que vc possui será prejudicado!

Esse texto pode parecer ou até mesmo ser um desabafo, mas pra alguns tenho certeza que trarão também um conhecimento e abrir de olhos.

Por hoje é só pessoal, see u soon my fellas ...

ANÚNCIOS

P.Schelotto

Veterano - nível 10

#1009571 Não, calma lá cara, muito pelo contrário, você prega um pensamento que vai de encontro com tudo que o PUA e a PNL pregam. O mapa não é o território meu caro, e a realidade só te atormenta porque é a SUA realidade, e se você tem controle sobre ela, você tem a capacidade de muda-la, mas não faz por ter essa crença de que relacionamentos não conversados, são relacionamentos mal-resolvidos e que vão te atormentar. para mim, isso não é nada mais que uma crença limitante. É fato que você ainda gostar dela, mas por grande orgulho e com medo de dar uma de beta, deixa as oportunidades passarem. O término com minha ex-namorada foi uma merda, ela não queria conversar comigo, terminou do nada, a gente ficou brigado por um tempão, faz 2 anos do nosso término, e até hoje ela não fala comigo, estou bloqueado de todas as redes sociais, mas vou te contar um segredo... Isso só me incomodou enquanto eu gostava dela, hoje em dia, se pudesse, faria as pazes com ela, com certeza, pois não gosto de ninguém me odiando, mas certamente, não faço nenhum questão disso, e nem perco um minuto de sono por causa dela. Outro caso mais recente, foi uma HB final do ano passado, que eu usei alguns padrões de PNL, e ela ficou apaixonada por mim, mas ela é muito fechada, muito sensível, na possíbilidade deu mudar de cidade, ela ficou louca, e me bloqueou de tudo, falando que não suportaria me ver indo embora, e já queria superar, acontece que eu fiquei na cidade, e não fui atrás dela, hoje em dia, ela não fala comigo também, e também continuo bloqueado nas redes sociais. Porém, advinha só... Sabe o quanto eu ligo? Nada, gosto muito dela como pessoa, tenho um carinho grande, e torço pela felicidade dela, mas como no outro caso, não perco 1 minuto de sono e muito menos fico me incomodando com isso, só deixo o tempo fazer com que elas me perdoem, mas isso é um problema delas, não meu, pois tenho a consciencia limpa, e tanto na filosofia cristã como na Budista, é muito pior para aquele que não perdoa, do que para aquele que não é perdoado ;)

Portanto, após toda essa história, meu conselho é, desencane, o problema não está com elas, está com VOCÊ, então PARE agora mesmo de ficar se martirizando, isso só te atormenta porque você deixa. Se quiser pedir desculpas a ela por algo que você fez, vá em frente, mas se não fizer, foda-se, não importa o que você faça, vai ter sempre alguém que não gosta de você, seja HB ou não.
Freddy

Veterano - nível 9

#1009593 Apesar de situações mal resolvidas poder incomodar o P.Schelotto tem razão, só vai incomodar se você se importar, e realmente é muito mais facil não se importar com situações que estão bem resolvidas do que com as que não estão. Tudo depende de você.

Também sofri durante um bom tempo com um termino de um relacionamento, só passou quando parei de me importar com a HB e passei a focar nas minhas coisas.

Vlw
Avatar pua
J. W. Williams

Aprendiz

#1011592 Obrigado aí brother pelo post.
Somos seres humanos, criaturas emocionais, preconceituosas e movida pelo ORGULHO e pela VAIDADE.
Então na minha opinião, quando vivenciamos algo intenso e que proporcionaram um grande sentimento, não é tão fácil esquecer.
Mas enfim obrigado estava lendo este post, e tive resolver um relacionamento entre alguns que se diziam 'amigos'.
Mas poxa me ajudou bastante.
Valeu :ae
Gui Stiirmer

Aprendiz

#1011602
P.Schelotto escreveu:Não, calma lá cara, muito pelo contrário, você prega um pensamento que vai de encontro com tudo que o PUA e a PNL pregam. O mapa não é o território meu caro, e a realidade só te atormenta porque é a SUA realidade, e se você tem controle sobre ela, você tem a capacidade de muda-la, mas não faz por ter essa crença de que relacionamentos não conversados, são relacionamentos mal-resolvidos e que vão te atormentar. para mim, isso não é nada mais que uma crença limitante. É fato que você ainda gostar dela, mas por grande orgulho e com medo de dar uma de beta, deixa as oportunidades passarem. O término com minha ex-namorada foi uma merda, ela não queria conversar comigo, terminou do nada, a gente ficou brigado por um tempão, faz 2 anos do nosso término, e até hoje ela não fala comigo, estou bloqueado de todas as redes sociais, mas vou te contar um segredo... Isso só me incomodou enquanto eu gostava dela, hoje em dia, se pudesse, faria as pazes com ela, com certeza, pois não gosto de ninguém me odiando, mas certamente, não faço nenhum questão disso, e nem perco um minuto de sono por causa dela. Outro caso mais recente, foi uma HB final do ano passado, que eu usei alguns padrões de PNL, e ela ficou apaixonada por mim, mas ela é muito fechada, muito sensível, na possíbilidade deu mudar de cidade, ela ficou louca, e me bloqueou de tudo, falando que não suportaria me ver indo embora, e já queria superar, acontece que eu fiquei na cidade, e não fui atrás dela, hoje em dia, ela não fala comigo também, e também continuo bloqueado nas redes sociais. Porém, advinha só... Sabe o quanto eu ligo? Nada, gosto muito dela como pessoa, tenho um carinho grande, e torço pela felicidade dela, mas como no outro caso, não perco 1 minuto de sono e muito menos fico me incomodando com isso, só deixo o tempo fazer com que elas me perdoem, mas isso é um problema delas, não meu, pois tenho a consciencia limpa, e tanto na filosofia cristã como na Budista, é muito pior para aquele que não perdoa, do que para aquele que não é perdoado ;)

Portanto, após toda essa história, meu conselho é, desencane, o problema não está com elas, está com VOCÊ, então PARE agora mesmo de ficar se martirizando, isso só te atormenta porque você deixa. Se quiser pedir desculpas a ela por algo que você fez, vá em frente, mas se não fizer, foda-se, não importa o que você faça, vai ter sempre alguém que não gosta de você, seja HB ou não.


Deu aula irmão. Esse é o espírito. A fato de você não se incomodar com coisas externas depende única e exclusivamente de você.
Abraços