Aqui é aonde Arquivamos as discussões e debates do PUABASE.
Apenas Membros VIPS
Organização sempre!

Criador do tópico

Skull21

Aprendiz

#965390 Taaarde galerinha do maal! Meu primeiro post oficial, apenas me apresentando rapidamente para geral sou graduandoem psico e faço estágio em comportamento...lendo muito e me interessando nos mais diversos assuntos deste mundo, sempre gostei de saber como surgiram as coisas que sabemos hoje, e decidi criar uma pequena introdução de algumas coisas que conhecemos mas muitas vezes não sabemos nem da onde surgiu! É simples, algo que lemos sempre, mas como falei é um "introdução", quando for me sobrando tempo vou escrevendo mais e me aprofundando em algumas coisas que tenho facilidade!


A mentalidade instintiva do Homem é muito conturbada, porém é conhecida e conseguimos determinar alguns comportamentos básicos: Os macacos, por exemplo, tem um comportamento egoísta, e faz de tudo que estiver ao seu alcance para a espécie sobreviver e principalmente a sí mesmo!
Pensa muito na reprodução o que a torna algo fundamental, basicamente ele só vive para isto! E toda decisão que tem de tomar para algo que o conflita tomam dois rumos, ou a fuga ou a luta, o que normalmente vai salvar sua vida.
Toda vez em que ficamos nervosos, temos reações involuntárias, aquelas que todos conhecemos como a taquicardia (coração acelera), boca fica seca, nossas mãos e pés soam, ficamos com calor...entre outras coisas, basicamente é igual para todo mundo e tudo isto ocorre de forma inconscientemente.
Nosso estado comportamental pode variar muito, podemos estarmos calmos ou agitados e isto vai da experiência e treinamento, conseguimos sim desestimular estas coisas inconscientes do nosso estado primitivo...em situações de perigo, medo, ansiedade, por exemplo, nosso corpo já faz várias alterações fisiológicas para enfrentarmos o problema e devemos utilizar isto em nosso favor.
Quanto mais fazemos e aprendemos as coisas repetitivamente, mesmo com medo, mais ganhamos experiências...quanto mais experiência acumulamos maior a vantagem que tiramos sobre aquilo.... Tudo o que antes era difícil e ocupava muito tempo fica simples, rápido e muitas vezes automático.
O homem e a mulher têm diferenças evolutivas, principalmente sexuais, o que as tornou muito mais seletivas do que os homens! Excluindo questões sociais e falando exclusivamente de comportamentos primitivos dos quais involuntariamente acabamos trazendo conosco até os dias atuais. Nossa mentalidade, de vivência, é basicamente a de sermos imortais como Richard Dawkins trata na “teoria do gene egoísta”; queremos que nossos genes sobrevivam da melhor maneira possível o que nos tornaria realmente imortais, mas tem um detalhe...Nós só passamos 50% deles e precisamos achar os outros 50%, aí que começa o dilema!
O gasto energético da mulher para a reprodução é MUITO maior que o do homem, começando pelo fato de já nascerem com um número X de óvulos, enquanto nós, homens, estamos a cada minuto produzindo espermatozoides...Todo mês elas ovulam apenas 1 vez, enquanto nós, a cada ejaculação liberamos MIlLHÕES de espermatozoides e logo depois já começam a produzir mais e mais, sem contar o fato de que quem faz toda a gestação, carrega o descendente por 9 meses na barriga, amamenta no nascimento e está lado a lado, minuto a minuto no começo da vida, instintiva e biologicamente é a mulher.
Por este motivo elas querem os melhores genes e seletam muito bem...enquanto os homens, apesar de também selecionar, são muito mais abrangentes, pois o pensamento é de abundancia, o de se reproduzir o máximo possível no menor tempo para ter mais chances de sobrevivência dos seus genes (o que conseguimos observar nos leões, por exemplo, os machos chegam até a matar os filhotes se não tem certeza absoluta de que são deles, apenas para conseguirem procriar novamente). Mas como ocorre esta seleção?
Institivamente em nós, seres humanos, começa no físico, no fenótipo...por este motivo sentimos atrações nas mulheres bonitas e elas em caras atraentes, fortes, pois passa a concepção de que a pessoa tem bons genes! Aí entra a parte social, após uma aproximação pouco importa se você é bonito ou feio...o que importa é sua postura, passar a impressão de que os bons genes estão em você e não em outro...mas como fazer isto?
Basicamente é fugir do senso comum, um exemplo, ao começar uma conversa 90% dos homens começam sempre da mesma forma, se fugir deste padrão e começar com algo humorado e diferente, por exemplo, (conforme os inúmeros exemplos de aproximação que encontramos aqui, já desperta a atenção e dá um estralo no inconsciente da mulher... ela pensa “epa, tem algo de diferente com este cara, deixa eu ver melhor” e conforme você vai conduzindo a conversa, demonstrando que a conhece melhor que ela mesma(pode aprender isto de diversas formas, o PNL e a Leitura Fria são ótimas), demonstrar que é uma pessoa “inteligente”, diferente, você já passa na frente de todos as pessoas que não sabem disto, homens até mais atraentes que ti.
Voltando a teoria da imortalidade, que mencionei ali em cima apenas para entendermos melhor...nós somos apenas máquinas de sobrevivência! Nós queremos nada mais, nada menos que sobreviver e fazemos de tudo para isto, sempre sonhamos e buscamos a imortalidade dentre as mais diversas interpretações que temos sobre isto. Nós temos em nosso corpo metade de nosso código genético de nossa mãe e metade de nosso pai, quando vamos ter um filho ele terá então apenas metade dos nossos genes, nossos netos menos, mas ainda terão genes nossos...e assim vai, todas as gerações vão ter sempre um pouquinho dos genes de seus ancestrais.
Todo e qualquer investimento dos pais em um determinado descendente, que venha aumentar a probabilidade deste filho em sobreviver chama-se investimento parental – (Adaptado Trivers R. L. 1972); ou seja, o que é melhor? Pensando exclusivamente em instinto e excluindo questões sociais, proteger um único descendente ou ter o maior número de descendente possível? Ter 1 filho e cuidar até a fase adulta (reprodutiva) ou 50 filhos e eles que sobrevivam até lá? Isto é o investimento parental.
Com isto entra o que levantei anteriormente, em espécies muito basais, dois gametas se encontravam no ambiente, fecundavam e davam origem a um novo descendente...com a evolução, as fêmeas começaram com a criação dos óvulos o que aumentou o investimento energético; com isto o seu pensamento é totalmente altruísta enquanto dos machos egoístas.
Basicamente a fêmea tem 2 estratégias basais para a reprodução: a primeira é aumentar o tempo de reprodução, deixando os machos entrarem em conflito (das maneiras mais distintas possíveis) para tentar convencê-la que ele é o melhor; com este tempo a mais ela consegue observar vários machos e escolher o mais preparado. Outra estratégia é a de identificar os machos que são capazes de ajuda-la na criação de seus filhotes com base em seu comportamento, como ocorre nos pinguins por exemplo.
Vou resumir tudo isto...tudo começou há muito tempo atrás onde nossos genes brigavam entre sí para decidir quem ia sobreviver, no tempo das cavernas os homens com mais força e esperteza passou por cima de todos os outros que eram fracos e ingênuos, com isto estes fracos não arrumaram mulheres para acasalar e se perderam na história (O meu Deus...então somos todos fortes e inteligentes??). Bom, é mais ou menos isto, esta teoria fala que os genes sempre têm as melhores estratégias para que possam ser replicados e passados de geração em geração, sendo nós apenas uma máquina para que eles possam fazer isto.
Mas ai entrou a civilização...aaaa, a doce civilização que temos tanto a agradecê-la! Com ela passamos a ter muito mais que as características físicas, passamos a ter características culturais, os famosos MEMES! Isto mesmo...isso se chama MEME.
Mas então, o que é o MEME mesmo?
O MEME é tudo o que conta como algo cultural e que possa ser replicado, como o “cavalheirismo”, o sotaque, uma mensagem romântica... Os genes e os memes tem muita coisa em comum, os dois só querem sobreviver! Eu vou dar um exemplo, sabe quando a gente pega aquela HB10 e queremos sair falando para Deus e o mundo? Nada mais é que um meme obrigando a gente a transmitir está informação (apesar de não ser interessante fazer isto, algo nos pressiona) ..., porém, quando pegamos aquela HB5-6 a gente não sai falando tudo para todos, a gente costuma guardar para nós, ou falar com um ou outro parceiro no máximo...isto ocorre pois o meme que já está em nossa mente (das HB10 que ficamos) é mais forte do que este novo, ocorrendo uma batalha de uma proporção surreal!
Os genes só conquistam os descendentes, já os memes podem conquistar grupos gigantes! E para ajudar, eles não precisam ser pessoas em sí, podem ser uma foto, uma música...Só de eu estar escrevendo isto, querendo repassar esta opinião tem um meme agindo sobre mim; mas o que isto tudo tem a ver?
A conquista é uma junção de tudo, os melhores genes, os melhores memes, as melhores estratégias, o conforte, a atração...bom, tudo que conhecemos e lemos muito! As mulheres estão lá, na busca incansável de achar os melhores conjuntos, aqueles que conseguem fazê-las diferentes, mas acabam achando apenas a mesmice de sempre...sabendo de toda está teoria você está à frente da grande maioria! Por isto é importante ler muito, para ter assuntos, cuidar da beleza (não digo ser bonito e sim se cuidar, pois já mostra que tem empatia consigo mesmo), saber gerar um conforto, a hora certa do KC ...ou seja, ter os melhores memes que é o que conta nos dias atuais!

ANÚNCIOS