Membros normais não podem criar tópicos mas podem responder tópicos dos veteranos.


Ao atingir mais de 1 ano de cadastro ou envio de mais de 200 mensagens você automáticamente se torna membro veterano e pode postar nessa área.
Avatar pua

Criador do tópico

felipewsg

PUA EXPERT

#901589 WhatsUpMadafocas!!

eLLy falando, primeira pergunta:

Como você aprendeu a andar de bicicleta?Você subiu pela primeira vez na bicicleta, deu três pedaladas e então caiu. Mas ai depois você se levantou, e tentou mais uma vez, e caiu de novo.
Depois de infinitas tentativas e várias quedas e arranhões, você consegui subir na bike, e andar tranquilamente, ótimo, agora você sabe andar de bicicleta.


Sabe o que é mais louco? se você já é um adulto e nunca aprendeu a andar de bicicleta, provavelmente nunca mais vai aprender. O mesmo vale para a música, futebol ou aprender uma lingua diferente da sua.



Suas atitudes condicionadas pela sociedadeO seu cérebro se tornou o seu pior inimigo, ele vai fazer de tudo para que você permaneça vivo, qualquer atitude sua que saia da sua zona de conforto é como um sinal de perigo para o seu cérebro, ele vai fazer de tudo para que você permance na caixa, é melhor para você.

Quando você era criança, o seu cérebro era o seu melhor amigo, ele te incentivava a ir além, a arriscar, a aprender, isso porque era o que você deveria fazer para evoluir e se habituar ao ambiente em que você estava contido, se você não aprendesse a comer sozinho, andar, falar você iria morrer, simples assim.

Por isso as crianças costumam ser super criativas, na pre-adolescência, chegam no seu ápice de criatividade, tudo é possível e não existe nada que elas não consigam fazer.
Elas podem falhar, fazer besteiras, chorar, arriscar, sorrir sem motivo, afinal, são crianças. A sociedade não espera muito das crianças, por isso são livres.

Mas ai chega a adolescência e a faze adulta. Você já não é uma criança, pessoas irão te julgar se você não fazer o que se espera de você.
Se você cair, irão rir da sua cara, se você conseguir um emprego que não ganha muito, se não for alto e musculoso a sociedade vai falar que você não é bom o suficiente, pronto, agora você é uma pessoa comum e acaba de entrar na Matrix. Seja bem vindo!

Agora você esta contido numa sociedade e deve agir de acordo com as regras e leis sociais pré-estabelecidas e seu cérebro filho da puta sabe disso.

Nesse mundo, você não precisa aprender a pintar ou desenhar, porque isso não importa, não vai te dar retorno financeiro, simplesmente esqueça.
Para quê aprender uma lingua diferente? Português já é bom o suficiente e tentar uma carreira no exterior é muito arriscado.
Não aprenda a andar de bicicleta, você já esta muito velho para isso, e existem carros agora. Para quê perder tempo jogando futebol, você nunca vai ser um profissional e nem pense em ser músico, só se quiser morrer de fome
O seu cérebro virou sua mãe protetora que só quer o melhor pro filho.

''Estude muito, seja um advogado, médico ou engenheiro, constitua uma família e ganhe dinheiro, trabalhe por 40 anos, se aposente, passe o resto dos seus dias cuidando dos seus filhos e ajudando sua esposa'', é isso que sua mãe e a sociedade esperam de você, e seu cérebro vai te condicionar para que isso aconteça.


Mas por quê eu estou falando isso e o que esse assunto tem a ver com o título do artigo?

É que você pode domar o seu cérebro. Ele é como um cachorro raivoso que se adestrado, vira o seu melhor amigo. Mas a parte da adestração do seu cérebro é uma das coisas mais difíceis que você vai enfrentar na sua vida.


Sair da Matrix não é para todosPrimeiramente, o que tem te mantido vivo até hoje é o teu medo. O medo faz com que você viva sua vida na zona de conforto, em um lugar em que nada pode te afetar e em que as coisas são estáveis e conservadas.
Esclareço que o medo não é ruim, e manter-se na zona de conforto é muito importante para o equilíbrio do planeta.

Imagine um mundo em que todo mundo é criativo, aventureiro, vive cada dia ao extremo, faz o que quer e busca seus sonhos. Na teoria parece ótimo, mas com o tempo, a falta de estabilidade e consistência na atitude dos humanos faz com que o mundo entre em desequilibrio, não queremos isso.

Por isso nem todos podem escapar a Matrix, e isso é bom, numa empresa precisamos de subordinados e patrões, pessoas que não se importam em serem submissas e outras que só querem liderar, como uma empresa funcionaria se todos quisessem ser o chefe?.

Então nunca julgue uma pessoa que só quer levar sua vida numa boa, ir para o trabalho todo o dia durante 8 horas, se casar aos 23 com a única mulher que teve na vida, viver na classe média baixa pela eternidade e ir com a família à praia ou ao churrasco nos domingos, cada um faz de sua vida o que bem entender e isso não é errado.


Mas se você quer sair da Matrix, precisará travar essa batalha contra o seu próprio cérebro e ego.

Batalha contra o egoA melhor forma de você moldar o seu cérebro para que ele entenda que o que você faz é normal e não deve ser encarado com um perigo é simplesmentese se expor a este ''perigo'' de uma forma extrema durante um tempo indeterminado.

Ou seja, a melhor maneira de uma pessoa perder o medo de altura é pulando de paraquedas ou bungee jumping.
Como disse, o seu cérebro é a sua mãe conservadora que só quer o melhor para você.

No momento em que você esta no avião preste a saltar, o seu cérebro vai fazer de tudo para que você desista de pular, pois você pode morrer.
Então você encara seu medo e pula, nesse momento você liberta endorfina que nem um maluco, você venceu essa terrível batalha e está emocionado para ca-ra-le-o, depois você aterra de uma forma tranquila.

Agora o seu cérebro sabe que o medo de altura é uma besteira, pois não aconteceu nada de mal com você, você continua vivo.
Você ainda não saiu da zona de conforto, digamos que você apenas deu o primeiro passo.
Contra todas as expectativas você decide pular de paraqueda de novo e novamente seu cérebro estará lá para te impedir, dirá que o paraquedas pode não abrir e você se estabacar no chão, que 60 pessoas morrem em pulos de paraqueda a cada 2 anos, e você pode fazer parte dessa estatística.
E novamente, você enche o peito de confiança e vai, e de novo, aterriza de forma tranquila e segura.
O seu cérebro ainda tem um certo receio quanto pular de paraquedas, mais agora para ele é algo normal.

E é assim que você vai domando seu cérebro, quanto mais você pula de paraquedas, fazendo com que vire um hobbie, você comunica ao seu cérebro que não tem nada de errado nisso, ele não precisa se preocupar, assim você perde seu medo de alturas.

Agora o seu cérebro é seu amigo, pois quando chegar um dia que você tenha uma mínima hesitação em pular de paraquedas, o seu cérebro vai estar lá para te apoiar e dizer que não tem nada de mal em pular de paraquedas e que você já fez isso várias vezes, então é algo comum, que amigo ducaraio ein?


Você pode aplicar essa técnica em todas as áreas da sua vida e é assim que aos poucos você sai da Matrix:

Banhe em água gelada( que tem vários benefícios para a sua saúde )

Não espere a comida esfriar ( ela quente tem mais sabor)

Trabalhe duro no seu emprego( só assim vai crescer na profissão)

Não desista da academia quando tiver dores
( NO PAIN, NO GAIN )

Acorde cedo e durma cedo (melhora a sua desposição e proatividade )

Perceba que tudo na vida exige esforço, os maiores prazeres que você terá vão vir depois de um longo e doloroso período de dedicação e esforço.


Aplicado a SeduçãoNão difere em nada do exemplo do paraquedas.
O seu cérebro, condicionado pela moral imposta pela sociedade, diz que é feio parar uma mulher na rua, a sociedade também condena e você tem medo de ser rejeitado, tudo isso junto faz com que você não tome a atitude necessária.

Não tem forma mágica para combater isso, você vai ter que entrar no meio do tiroteio, abrir o peito e receber as balas sem hesitar.
Muita gente vende a fórmula infalível de pegar mulher, isso não existe, na verdade nada na vida tem uma fórmula secreta ou um botão que você aperta e as coisas começam a funcionar, você vai ter que se esforçar e falhar infinitas vezes mas dedicação sempre, saia 7 vezes por dia, se não tem dinheiro para ir para a balada, vai num lugar em que tenha muita mulher transitando, só assim você vai ter consistência e perder ansiedade de aproximação, insegurança e vários outros problemas que várias pessoas reclamam aqui.


Vai ser doloroso e em muitos momentos você vai pensar em desistir mas lembre-se, a vitória esta na porta ao lado, o prêmio é indiscritível, não posso te dizer como é, você vai ter que descobrir por você mesmo.

Falar com mulheres desconhecidas não é errado;

Beijar uma mulher em público as 2 da tarde não é vulgar;

Comer uma desconhecida em locais públicos não é promíscuo(só não deixe a polícia te pegar);

Ser diferente não é errado;


Ensine isso ao seu cérebro, se ele não aceitar, force ele a engulir a ideia que você esta mudando.
Com o tempo, ele vai acompanhar sua mudança e novamente, vai virar seu amiguinho.
Vai ter um momento, que de tanto praticar o pickup, que você vai estar voltando da academia, suado, fedendo, fraco e sem disposição e vai avistar uma garota linda, você claramente não quer falar com ela porque não esta apresentável e fora do clima, mas seu cérebro vai te forçar a ir até a garota, e em momento, você nem vai se dar conta que já ta na frente dela falando qualquer coisa.


Nesse caminho da saída da Matrix a sociedade vai te julgar, alguns dos seus amigos vão te abandonar, até sua família pode te criticar, mas como Zan sempre diz: '' Para uma grande conquista, existe uma grande renúncia '' Então prepare-se para abrir mão de algumas coisas e perder alguns amigos, não por sua culpa, eles simplesmente não conseguem acompanhar a velocidade com que você se move até o sucesso.


O Mundo fora da MatrixAqui você canta no karaoke pouco se fudendo se sua voz é feia;

Aqui você vai pro cinema assitir o Meu Malvado Favorito 2 sem se importar para quem diz que é filme de criança;

Aqui você não se importa se uma garota te rejeita, porque sua vida é muito maior que tudo isso;

Aqui cada momento da vida é aproveitado, tudo é bonito;

Aqui você se veste como quiser, do jeito que você acha mais bonito, fora da Matrix a mídia não tem vez;

Aqui você trabalha num emprego que lhe traga felicidade, o dinheiro é apenas uma consequência;

Aqui você não liga para o que as pessoas pensam sobre você

Aqui é legal chegar em mulheres;

Aqui é proibido bater punheta :( ;

Aqui por outro lado, você pode comer bucetas reais em vez de acessar o Xvideos;

Aqui você volta a ser criança;

Aqui você é livre;

Aqui você verdadeiramente é feliz;


Que mundo incrível, estou te esperando aqui cara!


SeeYa-eLLY

Off topic:
Estou trabando no segundo capítulo da série '' Você Ama as Mulheres''
cap I aqui voce-ama-mulheres-parte-elly-t93961.html

ANÚNCIOS

T. Lux

Aprendiz

#901602
Não tem forma mágica para combater isso, você vai ter que entrar no meio do tiroteio, abrir o peito e receber as balas sem hesitar.


Ultimamente tenho lido bastante e procurei formas de convencer meu cérebro a mudar, a sair da matrix. Mas na hora da prática percebo que não posso confiar nele, que não consigo, através de argumentos, facilitar as coisas, que não consigo persuadi-lo a diminuir o medo. Eu vejo uma garota na rua e eu penso em falar com ela e eu simplesmente procuro uma razão, e quando vejo o momento se foi, mais outra oportunidade perdida. É tempo desperdiçado, eu poderia estar aprendendo com os erros, evoluindo, só estou adiando, eu sei disso, mas no momento o meu cérebro me engana.

Agora, estou criando regras, busco me disciplinar e simplesmente agir. Estou andando a passos lentos, tenho que pensar menos quando estiver em campo, escrever em casa o que devo fazer e agir, obedecer o papel, sem desculpas.

Percebi que não tem atalhos, é como tu disse: "entrar no meio do tiroteio, abrir o peito e receber balas sem hesitar". Pois não tem como convencer teu cérebro na hora do tiroteio, ele não vai diminuir o medo. O medo vai existir, e vai estar lá.

Eu lembro de um dia que eu estava na aula, muito pensativo, e um colega meu percebeu e falou: "O tempo de pensar passou, agora é agir"

Belo artigo, parabéns!
Avatar pua

Criador do tópico

felipewsg

PUA EXPERT

#901618
T. Lux escreveu:
Não tem forma mágica para combater isso, você vai ter que entrar no meio do tiroteio, abrir o peito e receber as balas sem hesitar.


Ultimamente tenho lido bastante e procurei formas de convencer meu cérebro a mudar, a sair da matrix. Mas na hora da prática percebo que não posso confiar nele, que não consigo, através de argumentos, facilitar as coisas, que não consigo persuadi-lo a diminuir o medo. Eu vejo uma garota na rua e eu penso em falar com ela e eu simplesmente procuro uma razão, e quando vejo o momento se foi, mais outra oportunidade perdida. É tempo desperdiçado, eu poderia estar aprendendo com os erros, evoluindo, só estou adiando, eu sei disso, mas no momento o meu cérebro me engana.

Agora, estou criando regras, busco me disciplinar e simplesmente agir. Estou andando a passos lentos, tenho que pensar menos quando estiver em campo, escrever em casa o que devo fazer e agir, obedecer o papel, sem desculpas.

Percebi que não tem atalhos, é como tu disse: "entrar no meio do tiroteio, abrir o peito e receber balas sem hesitar". Pois não tem como convencer teu cérebro na hora do tiroteio, ele não vai diminuir o medo. O medo vai existir, e vai estar lá.

Eu lembro de um dia que eu estava na aula, muito pensativo, e um colega meu percebeu e falou: "O tempo de pensar passou, agora é agir"

Belo artigo, parabéns!


Ja ouviu falar da técnica dos 3 segundos?Pois é, minha técnica é dos 0 segundos.
Na próxima vez que ver uma garota bonita não pensa em nada, só começa a andar em direção a garota, não tenha medo, você vai ver que sua ansiedade vai indo em bora aos poucos porque se vc esperar 1 segundo depois de ter visto a garota o seu cérebro já vai ter inventado trilhares de motivos para vc não chegar nela.
Avatar pua

Criador do tópico

felipewsg

PUA EXPERT

#927868
RZLifestyle escreveu:Quem dera o Morpheus aparecesse na minha casa com uma pílula azul e outra vermelha...

[ Imagem ]


Mas só evoluímos dando a cara a tapa.

verdade, seria bemmmmm mais facil