Aqui é aonde Arquivamos as discussões e debates do PUABASE.
Apenas Membros VIPS
Organização sempre!
Avatar pua
B*O*B*B*Y

Aprendiz

#923282 Opa! Valew porcompartilhar parte da sua experiencia e conhecimentos, tento sempre ler livros e busco força aqui no pua base, para que minhas atitudes sejam de homem e que eu seja o melhor de mima cada dia, e njnca deixar os mals habitos e a genetica, influenciar na minha personalidade
O livro" o segredo fo sucesso" diz- que somos o espelho do wue desde criança vimos acontecer ao nosso redor. E assim vai formando uma pessoa, a convivencia vai nos modificando.
Firmeza! Boa noite ae!

ANÚNCIOS

Le Nicky - MEMBRO EXCLUSIVO
#923316 Cara, muito bom o artigo! Meio que adaptei ele na parte de estudos da minha vida e vou botar na mesa para analisar. Percebo que tanto meu irmão quanto eu temos o péssimo hábito de começar coisas que nos interessam consideravelmente, mas que não conseguimos dar continuidade por, acredito eu, ansiedade. Foi uma luz para meus pensamentos aqui de pq isso acontecia, valeu!
Avatar pua
stan_kubrick

Aprendiz

#923319 Excelente tópico!

Acredito que a receita para tudo na vida é o foda-se (respeitando, claro, o limite do bom senso e do respeito ao próximo)

Me parece q tudo q deixamos de fazer, seja em relação ao PUA (conhecer mulheres), ficar rico (escolher um rumo pouco ortodoxo ou "não seguro" como o MMN), moldar o corpo e a mente, etc, etc... é o medo insconciente q temos das consequencias, mesmo sabendo q o q virá não poderá ser pior q nossa atual situação, q é muito ruim ou ñ desejada/sonhada, ou do q irão pensar de nós por estarmos seguindo o caminho menos percorrido.

Enfim, ATITUDE é a chave para o sucesso em qualquer coisa! Estou há mais de um ano me entupindo de conhecimento teórico, seja no PUA, no meu negócio próprio, em desenvolver minha mente e corpo e por aí vai... melhorei razoavelmente, estou melhor q há 1 ano atrás em vários aspectos... Ainda assim muito aquém de onde poderia estar.

Bora pra rua! Vamos agir, abordar, seguir nosso coração! Sucesso a todos! ;)
Avatar pua
pedroka10

Veterano - nível 7

#923338 belo topico mano, me pego direto pensando nesses casos de herança genetica, e vejo que eu tenho varias incomum com meu pai, de comodismo e conformismo, estou tentando mudar isso em mim mas está dificil pra caramba, mas continuo tentando. aloha
dougtec

Veterano - nível 1

#923594 Felizmente ou não somos condicionados por vários elementos, seja no ambiente que vive, seus parentes, seus amigos, a mídia/internet/tv, então quanto mais consciencia temos disso, mais poderemos escolher qual dar ouvidos e qual descartar, para sermos melhores em todos os aspectos da vida.
Avatar pua
PureSteeL

Aprendiz

#923597 Muito bom cara :) Achei bastante interessante o texto.
Aprendi algo novo hoje, já é bom. Vou tentar algumas coisas...
eu4992 - MEMBRO EXCLUSIVO
#923603
Hawk of Love escreveu:
O que esperar do artigo?


Há tempos que me retirei formalmente do PuaBase; contudo, o desenvolvimento pessoal tem de ser constante na vida de um homem cujo o objetivo é a felicidade.
Vivo com este pensamento. E tenho feito descobertas incríveis. Estou prestes a compartilhar uma delas com você que pode LITERALMENTE mudar a sua vida INTEIRA.


[ Imagem ]


Na verdade este conhecimento adquirido por mim, mudou minha vida de uma maneira tão grande, que eu não compartilhei com ninguém. Lembram que Francis Bacon (ou Thomas Hobbes?) disse que "Conhecimento é poder"? Pois então. Eu estava egoísta devido a este fato.

Até agora.

Atualmente minha vida tem passado por muita pressão. Exigindo de mim um nível de serenidade surreal. Não é possível ser um zen master em quase nenhum momento de nossas vidas. E o momento no qual me encontro, aflora os sentimentos mais ainda.
O que me torna uma pessoa estressada em alguns momentos. Me questionei como poderia - ao menos - tentar me libertar deste sentimento ruim e o objetivo que cheguei é: ajudando alguém.

Como dito anteriormente, o conteúdo que vou passar a vocês pode realmente melhorar a vida de vocês, assim como melhorou a minha. Ao decorrer deste post falarei sobre situações reais que aconteceram comigo e que me fizeram chegar a este conhecimento; assim como, o seu uso na prática.

Estou fazendo o artigo com o objetivo de ajudar, portanto, caso eu conquiste este objetivo, favor dizer nos comentários pra dar um tapa na cara do meu stress!



-----------------------------------------


Alguns meses atrás, estava lendo o livro "Mentes Brilhantes, Mentes Treinadas" do autor Augusto Cury (ótimo autor btw).
Ele falava sobre a carga emocional genética. Num contexto de que somos não só espelho daqueles que fomos criados, mas também somos aquilo que nossos anteriores foram. Ou seja, carregamos um mindset que nossos pais, avós, bisavós, etc. também carregaram.


[ Imagem ]


A partir do que li, comecei a fazer um brainstorm e tentar chegar numa conclusão aplicável na minha realidade. Mas a ideia carecia de informação. Estava cru.

Posteriormente, conversando com uma amiga que é evangélica, estávamos falando sobre este assunto, e ela foi compartilhar comigo algo que ela havia ouvido num culto.
Ela me disse o seguinte:

Numa palestra que participei, o palestrante falava sobre nossa genética espiritual. Algo que todos nós carregamos mas poucas pessoas tem ciência do quanto isso pode influenciar o rumo da vida de uma pessoa. Já viram como os filhos de um casal que constantemente entram em conflito brigam? Este casal é sempre chamado na escola. E posteriormente, os filhos brigam até com os pais. E o ciclo continua. Estes que hoje são filhos, posteriormente vão procriar, e continuar o mesmo ciclo de brigas. Mas sabem onde todos nós erramos? Erramos ao pensar que a genética espiritual só acontece no campo das brigas (físicas e mentais). Temos uma genética espiritual que nos faz ter medos surreais, falsas limitações, dentre ilimitadas outras.


Ou seja, carregamos pensamentos advindos de nossa família, que não são os pensamentos que nós, como seres únicos, deveríamos ter. É algo genético.

Depois de ter tido esta conversa, meu brainstorm ficou mais claro. A ideia começava a tomar forma.

Imagem


As peças começavam a se encaixar.
O que primeiro veio em mente, foi a "coincidência" de minhas três namoradas terem um poder aquisitivo baixo. Aparentemente eu achava que tinha mais chances com essas. Me sentia mais limitado com garotas de poder aquisitivo alto. Claro que isso tem uma explicação plausível. Mas é um pensamento que eu não quero ter. Não é assim que eu sou. E desde então, trabalho isso em mim.

O segundo insight foi o que mais me deixou com uma "pulga atrás da orelha".
Nas histórias de romance de minha mãe, desde que ela tinha 14 anos, ela conta que paquerava os garotos, mas que escolhia quais paquerar. Paquerava consciente. Pois os caras mais bonitos, segundo ela, já tinham as garotas mais bonitas dando bola pra eles. Portanto, ela não se iludia paquerando estes garotos.

Lembrei até de uma foto que deixei salva aqui no meu computador. Essa passagem do livro "How Rich People Think", do autor Steve Siebold. Recomendadíssimo.
A passagem fala sobre não colocar expectativas para não se iludir. Mais precisamente diz que devemos acreditar nos nossos planos (no caso do artigo, acreditar que vamos conseguir ter aquela garota que somos afim) e que caso não dê certo, acreditar que dá próxima vez vai dar! Ao invés de não subir as expectativas para não ser iludido, sermos otimistas. Assim que pessoas bem sucedidas pensam.

Imagem


E então, eu liguei o primeiro insight ao segundo e... :o

Eu percebi que eu me limitava mais ainda! Trazendo isso à minha realidade; eu, vendo uma garota muito bonita, vários likes no facebook/instagram, e que tem vários caras a querendo...pff eu nem sequer pensava na possibilidade de ter amizade com uma garota assim.

Mas o que eu disse acima?

[...]não são os pensamentos que nós, como seres únicos, deveríamos ter. É algo genético.


E eu vi que precisava agir em relação a isso. Caso contrário, sempre fugiria dos meus fantasmas.
E alguns dias depois, me peguei vendo o facebook de uma garota da minha cidade. Nunca a tinha visto. E logo que vi a primeira foto dela, minha reação foi dizer: CARALHO!
Um corpo sensacional, um estilo maneiro, porém, trocentos likes no facebook em todas as fotos dela. Minha primeira reação foi

Imagem


Vou tirar meu cavalinho da chuva! Isso não é pra mim.


Mas não me permiti fazer isso. Decidi que iria tentar.

E acontece que aquela garota maravilhosa por foto, com trocentos likes, se apaixonou por mim, tivemos grandes momentos juntos...e eu descobri que ela é uma garota que tem muita pouca confiança em si. Por isso tira muitas fotos e depende de likes pra estar confiante. E como like nunca é o suficiente, ela raramente se encontra confiante em si.

Uma das partes mais interessantes foi ver a garota que eu tava com um receio enorme em conversar dizer que eu sou muito confiante e que ela não é nem um pouco confiante. Portanto achou isso atraente em mim. Quando na verdade eu achava que ela era muito confiante e eu estava todo receoso em me aproximar.

Isso serviu para concretizar e finalizar o brainstorm que durou alguns meses. Não vou dizer que não existe mulher impegável, que todos nós temos chances com todas e blablabla, isso é besteira!

O que eu quero mostrar, e quero que vocês tenham ciência, é de que carregamos em nós, diversos pensamentos que não deveríamos ter. Diversas crenças limitantes que são advindas de nossa genética. Cabe a nós descobrirmos quais são, e bolar planos para superá-las. Vale lembrar que dei exemplo de duas que aconteceram comigo. Apenas em uma área da minha vida. Ou seja, temos diversas e temos que ter a ciência disso para superá-las.

Problemas não se resolvem varrendo-os para debaixo do tapete. É colocá-los em cima da mesa, e analisá-los.

Fico feliz em ter dito isso pra vocês. Façam bom uso :D


artigo show de bola!!!

um dos melhores que eu já vi nos últimos tempos. Parabéns pelo texto e pela conquista. Você através deste texto está mudando vidas e ajudando muita gente neste mundo afora. Valeu!!! :ae