Aqui é aonde Arquivamos as discussões e debates do PUABASE.
Apenas Membros VIPS
Organização sempre!

Criador do tópico

maicon_m

Veterano - nível 10

#1036720 O Carnegie foi provavelment o primeiro a postular em larga escala no "Como fazer amigos e influenciar pessoas" que devemos centrar a conversa no outro. Que dando atenção, ouvindo ativamente, ganharemos a simpatia das pessoas. Mesmo conselho é disseminado no campo da sedução. Penso que da maneira como é aconselhado, essa atitude mais atrapalha do que ajuda.

Em uma conversação existe o pêndulo constante do valor entre os participantes. Se você ficar só ouvindo, concordando e reagindo o valor esta todo do outro lado. Pode conseguir a simpatia, mas isso não é igual a ter valor. A atenção é uma moeda e exige esforço consciente para ser mantida. Não é tão simples quanto fechar a boca e abrir os ouvidos. Isso em uma conversa mais longa.

Aí vem o pulo do gato. Se você demonstra esforço em manter atenção o valor vai pra lá. Se você assume atitude de avaliação do que esta sendo dito, o valor pode vir para você. Seria longo exemplificar isso, porém, só desta maneira ser ouvinte é uma vantagem. Pois se ela percebe ser o centro da atenção, a garota sabe que você quer algo dela, senão poderia estar contando as suas histórias, não apenas ouvindo e se interessando.

Em nossa cultura o ouvinte não é valorizado, é visto como platéia. Elas podem vir atrás para encher seu ouvido com dramas e conquistas, mas é só válvula de escape. Esse conselho de ser bom ouvinte foi importando e precisa ser adaptado para funcionar no Brasil.

Levanto um ponto de debate onde penso que +-60% da atenção, que inclui diálogo e ações, deve pender para o meu lado.

ANÚNCIOS

Avatar pua
victor_ac

Aprendiz

#1036747 "Se você demonstra esforço em manter atenção o valor vai pra lá."'

"Em nossa cultura o ouvinte não é valorizado, é visto como platéia."

que post curto, mas foda.
Realmente, o ouvinte nunca é valorizado, no máximo visto como psicologo, ou lixeira de pensamentos, os preferidos sempre os que contam as histórias e aventuras.

vlw pelo post
Avatar pua
victor_ac

Aprendiz

#1036748 "Se você ficar só ouvindo, concordando e reagindo o valor esta todo do outro lado. Pode conseguir a simpatia, mas isso não é igual a ter valor."
Preciso tatuar isso, um dos meus maiores pecados nas interações, me descreveu perfeitamente
Avatar pua
Opqf

PUA Avançado

#1036749 Ah, isso é meio óbvio. A questão é balancear as coisas. É ser ouvinte e protagonista da conversa puxando assuntos. O Carnegie explana uma forma de ouvir depois quando se conquista a simpatia, porque isso aumenta a conexão, o rapport entre as duas pessoas.
Avatar pua
splay

Veterano - nível 9

#1036765 Esse assunto muito me interessa...

A mulher quer ser penetrada, fisica, emocional, e psicologica

Na verdade temos que falar bastante para que ela nos experimente, mas depois é necessário ouvi-la, ela necessita disso, e não de um cara que fale demais...


AVANTE MÀFIA
Leyh

Aprendiz

#1036788 Cara, como foi importante ler isso. Geralmente, quando tem muitos ao redor ( amigos ) eu ouço e reflito para mim propio, pois eu detesto sair pra entrar em ''pé de guerra'' com pessoas que n tem maturidade para reconhecer o seu erro. Muitos do meu circulo social são assim e, eu me ''omito'', digo em relação a debates extravagantes, apenas para evitar a situação, já que tenho uma personalidade forte e que gosta de se impor, caso necessário. Mas por outro lado essa atitude pode diminuir meu valor perante aos que estão de fora e não sabem do meu papel no grupo. Eu gosto é de possuir a palavra final. Talvez seja o momento de reavaliar ...
Avatar pua
BProvenzano

Aprendiz

#1037015 Texto ótimo! A discussão é sempre válida e uma das coisas que eu tenho refletido bastante é justamente a diferença das culturas, principalmente pq temos contato com muito material que é importado e não criado originalmente aqui.