Relatos pessoais, artigos, textos e vídeos para motivar qualquer um.

Criador do tópico

Hamadesex

Aprendiz

#989185 Introdução a guerra como fenomeno social

Imagem





















Objeto: Aperfeiçoar a mente em todos os ramos e reduzir sua incapacidade de sobrevivência.
“Partindo do conceito de Maquiável, todos somos príncipes latentes, porém, Hobbes destrinchou o grande conflito humano entre ele mesmo que auxilia seu progresso. Fora isso eu terminei ambos os conceitos com a interação e seus elementos objetivos e subjetivos, ou seja, todo humano é obrigado a interagir com á matéria (seja inerte ou não). Nossa mente possui uma capacidade enorme de aperfeiçoamento e retenção de fatos, além de uma dedução e indução invejáveis, portanto, o objeto do estudo é usar toda a capacidade física e mental do ser”

Um pouco de direito penal integrado
Existem várias formas de dizer a mesma coisa, neste exemplo eu usarei o direito nos seguintes aspectos de ações humanas:

Elementares: atos essências para á sobrevivência da pessoas

Atenuantes: atos que diminuem a dureza de suas provas, ou seja, sua inteligência trabalha para ás melhores formas e mais eficazes métodos de solução dos conflitos.

Agravantes: atos que aumentam a penosidade da vida, coisas fáceis tornam-se difíceis.
Ambos estes se correlacionam com o estado mental do individuo e são mais complexas que o quê vós mostro por hora, aperfeiçoar leva tempo e vontade como já dizia Sócrates.

Método: Criar um programa executável e utiliza-lo passando pelos estágios: teoria, prática, hábito, aperfeiçoamento e recomeço.


A Ciências bases: (Em construção ainda)

“Na vida tudo não tem fim a menos que o ser deseje, uma ciência puxa outra reciprocamente”
Hanibal Lecter

Ciências Elementares: Servem? Mudança fisica e tudo sobre o assunto.

Matemática: A linguagem abstrata é a primeira de todas, ela é imperceptível em sua alta escala que são os números irracionais e mais puramente inteligíveis quando tomam uma forma mais precisa que é o caso dos números naturais, reais etc....

Física: Com bases sólidas moldamos o mundo, a física em si tem a chave do movimento, do som, da energia, enfim, após saber sobre números é necessário saber sua ordem no mundo, sua medida, seu movimento, isso é a base para o controle.

Química: Sabendo os movimentos, sabemos que o mundo é uma interação de forças e energias, elas resultam em fenômenos, esses fenômenos transforma-se a medida que algumas geram novos compostos, eis que surge a química daí , ela é de extrema importância para a manipulação dos fenômenos e sua transformação forçada pela vontade humana.

Biologia: Chegamos a linha tênue entre o ser e dever ser, com os conhecimentos anteriores chegamos as interações culposas ou dolosas, vivas ou não. Os fenômenos criam uma organização por fim e tendem a periodicamente se ajustar e evoluir dentro de sua linha orgânica ou preceitos de sua raiz base.

Lógica: Em relação a todos os sistemas, existe sempre um liame lógico, e devo dizer que algo ininteligível para nossos sentidos não é ilógico para o processo mental. (Tese defendida no trabalho de psicologia jurídica\2014.1), para entender melhor o assunto um estudo sobre a lógica é mister.

Línguagem em geral: Após conhecer os processos de dedução e indução podemos chegar a saber o motivo de atribuir definições e conceitos, assim podemos analisar o fenômeno da comunicação e compreensão (lato senso). Com o tempo percebe-se que a linguagem é uma vestimenta para algo irracional para nossa mente, isso explica os vários sentidos que tem cada palavra em nossos dicionários, eles são definições de um objeto infinito por natureza.

Informática e programação: Está é a ultima parte das ciências elementares. Nossa mente é um computador, só agora que os gênios da psicologia cognitiva perceberam isso, pois bem, podemos programar-nos, somos o limite para nosso sistema, na vida é essencial ser hacker social, e é aqui que começa o livro guerra como fenômeno social em estrito senso, ou seja, a programação em si eu não falarei no livro, eu apenas mostrarei a programação feita e não a arte de programar.


Ciências Atenuantes: SERVEM? As atenuantes completam o sistema, ambos que citarei abaixo são usados no livro juntos.

Psicologia: Aqui será estudado em detalhes os processos internos e externos dos conjuntos elementares emocionais e instintivos, ou seja, a relação entre aprendizado, emoção e comportamento, além de como é a forma mental entre outros detalhes.

Filosofia: Aqui tem-se o processo racionalizado no nível inteligível, aqui cuida-se dos métodos de reconhecimento e atribuição de valores, aumenta-se a capacidade de saber qual ato é agravante ou atenuante.

Sociologia: Este liga-se ao ambiente externo e é de extrema importância para estudar a convicção de um povo, use e abuse de sociologia, muitas vezes para entra em um grupo é necessário aparentar ter seus atributos.

Direito: O direito é o poder da norma, seja interna ou externa, usasse direito em tudo, em tudo há leis e normas, assim como a ação e reação, e caso não tenha percebido, eu usei um conceito de Direito penal para explicar tudo que lês-te.

Lembrando por fim que todas estas são uma só Ciência, A Ciência da evolução.

ANÚNCIOS

Avatar pua
LenzBR

Veterano - nível 1

#989207 Achei muito bom o post e ele vai de acordo com algo que sempre tive em mente, tudo se conecta, uma ciência completa a outra, no fim é tudo uma única coisa, música é matemática, história, filosofia, educação física, etc. Tudo se interliga de alguma maneira. Acho que poderia ser melhor explicado e que está incompleto ainda, mas esse texto é um ótimo princípio, uma ótima maneira de se enxergar o mundo, assim verás e perceberás que não existe mais nenhuma matéria não interessante, afinal.