Aqui é aonde Arquivamos as discussões e debates do PUABASE.
Apenas Membros VIPS
Organização sempre!
Avatar pua

Criador do tópico

Hebert S.

Aprendiz

#1051009
Não necessariamente...

O objetivo deste artigo é criticar e trazer discussão, de modo que críticas e discussões a este material são intrinsecamente bem-vindas.


INÍCIO


1. Eu não sou o membro mais ativo do PUABASE e nem mesmo o mais bem sucedido. Na verdade, à pergunta do título eu responderia um sólido "sim". Qual a necesidade de expor estas informações acerca de mim, haja vista que a comunidade é eminentemente anônima e o contexto desta redação é crítico (isto é, pressupõe-se impessoalidade para que haja o mínimo de seriedade)? BAIT.
Dizem que PU é sobre autoconhecimento, certo? Descubra o quão fraco você é ao atacar a minha pessoa ao invés dos meus argumentos.
Tem dois tipos de pua, dois; digo, os que são inseguros e os que ganham dinheiro com isso.

PERFIS


2. Existem os "inseguros e preguiçosos", os "consumidores e inseguros", os "preguiçosos" e os "fornecedores".

Definições:

2.1 Os inseguros e preguiçosos
São caras que "se tornaram puas" como forma (às vezes, desesperada) de se ajudar e que ficaram felizes em descobrir o PUABASE depois de jogar "como pegar mulher", ou correspondente, no Google. As aspas no "se tornaram puas" é porque os inseguros e preguiçosos nunca são puas de fato... Quer dizer, eles são "quase-puas"; conhecem alguns materiais e técnicas e conhecem também os termos mais comuns - tais como FC, HB, KC, IDI, IDD...
O seu lado inseguro correspondde ao "pua" de seu "quase" e o seu lado preguiçoso corresponde ao "quase" do seu "pua" - é quase como o Yin e Yang, um equilíbrio que estagna. O que define se vão se tornar puas ou se vão abandonar o PU um dia? O tempo. O acúmulo de conhecimento preguiçoso ou a preguiça de combater a insegurança são os dois lados da balança para os quais o inseguro e preguiçoso vai pender a depender de sua história de vida [guardem isso: pender a depender].
Quanto a incidência e a faixa etária desses caras, deixo para vocês. O meu viés aqui não é quantitativo.

2.2 Os consumidores e inseguros

Estão diretamente ligados aos fornecedores, numa relação de troca. Em poucas palavras, estes caras são os que pagam por materiais e cursos¹; estes, definitivamente, coçam o bolso pelo seu desenvolvimento. Este perfil é o de caras mais maduros que sabem a importância que o fator "mulher" exerce ou pode exercer na vida de um homem - isto devido a uma maior experiência de vida ou a uma maturidade precoce mesmo.
Esté é o tipo de cara que, realmente, se torna pua. Diferente do perfil anterior, os consumidores e inseguros se tornam puas depois de pouco tempo de conhecimento deste mundo e eles também estão mais propensos a prática (pelo menos potencialmente), o que acaba reforçando o seu interesse devido aos resultados iniciais que são alcançandos.
Muitos destes podem ter seu primeiro contato com o PU acidentalmente, além de um ingresso meio desconfiado na comunidade dada a primeira impressão um tanto ridícula que eles tem da ideia geral (eles, por serem mais maduros, trazem incutidos muitos dos padrões sociais vigentes quanto à figura e o papel do homem). Porém, isso é facilmente superado quando eles percebem que isso aqui é sério.

[Mais sobre o ceticismo acerca do PU em outro artigo]


Os "consumidores" recebem este nome não porque pagam pelos materiais e cursos, mas porque estão dispostos a pagar - é perfeitamente aceitável um consumidor que não paga por material ou curso nenhum, haja vista a quantidade disponível de graça; consumidores, contudo, investem dinheiro em roupas melhores, perfumes melhores, eventos melhores... enfim, eles investem dinheiro no stylelife.
Estes caras costumam seguir dois caminhos: ou conseguem autonomia² e largam o PU ou se tornam "exemplo"³ e viram fornecedores, nesta ordem. Um consumidor não se torna um inseguro e preguiçoso, mas o contrário pode ocorrer. Um consumidor pode se tornar um "preguiçoso" (perfil três) - depois da autonomia, como ficará claro.

ADENDOS


Ponto¹: impostante ressaltar que é este perfil que faz o PU respirar, a roda do mercado girar e o PU continuar existindo.
Ponto²: importante ressaltar, também, que a autonomia é o grande objetivo do pua e largar o PU após a conquista dela não só é o aceitável como é o natural e esperado.
Ponto³: "exemplo" é uma espécie de título de reconhecimento que TODO VERDADEIRO PUA possui; ele não é "auto-adquirido", mas "concedido" pelos outros puas, ou seja, conquistado.
Então, esta é a parte primeira do artigo - que já está todo pronto e - que eu não vou disponibilizar completo por questões de absorção de conteúdo e de feedback da parte de quem lê. Em outras palavras, a "Parte II" depende da recepção e do retorno da comunidade. Eu não escrevo para mim mesmo, não é verdade? Pois, digam suas impressões, compartilhem suas críticas à primeira parte, complementem... Enfim.
Avatar pua
Hell Artist

Aprendiz

#1051016 Concordo, mas qual o objetivo do artigo?
Se era só analisar o comportamento do grupo, é normal, ele funciona como qualquer outro grupo, onde tem os lideres, e os membros, os que contribuem mais, os que sugam mais. E por aí vai.
Agora quanto a insegurança, dificilmente um alfa natural procuraria pelo PU. Um macho que naturalmente tem confiança essencial.
Mas eu não me considerava "inseguro" quando cheguei no PU, na verdade eu cheguei muito bem aqui, só tava disposto a melhorar ainda mais. E com certeza hoje eu estou no nível de confiança essencial, e melhorando.
Lembrando que quando eu falo de confiança, procurem ver como níveis em uma escala de mais ou menos, e não numa escala extremista de "é ou não é"
TORETTO-RS

Aprendiz

#1051049 Eu respondo agora mesmo, tu é mais um frustrado, fraco e inseguro, que tentou a vida no pu e fracassou, e agora vem com chorando como uma garotinha, como me dizia o meu antigo mestre, no pua entra 1000 e 10 prosperam, porque mais de 90% não tem estofo emocional pra aguentar os altos e baixos do aprendizado, mas o pior de tudo são tipos que acham que isso é fórmula mágica, que é só aprender meia duzia de palavras mágicas e vai chover mulher na cama deles, quem tem essa mentalidade devia mesmo sair o pu e procurar um psicologo, que ia fazer bem melhor que ficar vivendo um mundo de fantasia.
O maior problema é que a maioria além de não abordar mulheres, ainda fica levando os outros pra baixo, dizendo que não adianta, que isso é não funciona e tal, o pu é como qualquer habilidade, requer tempo e dedicação pra aprender, e outra coisa, cada um tem um ponto que vai chegar, aprender isso não significa que tu vai virar o segundo mystery, ou Tyler da vida, até porque vivemos em culturas diferentes e isso com certeza influe.
O meu conselho como um cara que esta nisso a 5 anos é o seguinte:
Pare de viver em mundo de sonho, e saia pra vida ponha em prática o que aprendeu, de nada adianta ficar vendo material e mais material e não por nada em prática, e muito menos vir aqui chorar as pitangas, como tu ta fazendo.
Outra coisa entenda que isso é uma habilidade e não uma mágica, que tu aprende de um dia para o outro e que tudo nessa vida requer tempo e dedicação pra dar frutos e o pu não é diferente.
E por ultimo: Não se foque só nisso, lembre-se que o pua tem 3 pilares: Financeira, saúde e relacionamentos, se foque em todos eles, e não só em relacionamentos que assim tu facilita as coisas pra ti e vai se sentir muito mais empolgado com a vida.
Avatar pua

Criador do tópico

Hebert S.

Aprendiz

#1051092
Hell Artist escreveu:Concordo, mas qual o objetivo do artigo?
Se era só analisar o comportamento do grupo, é normal, ele funciona como qualquer outro grupo, onde tem os lideres, e os membros, os que contribuem mais, os que sugam mais. E por aí vai.
Agora quanto a insegurança, dificilmente um alfa natural procuraria pelo PU. Um macho que naturalmente tem confiança essencial.
Mas eu não me considerava "inseguro" quando cheguei no PU, na verdade eu cheguei muito bem aqui, só tava disposto a melhorar ainda mais. E com certeza hoje eu estou no nível de confiança essencial, e melhorando.
Lembrando que quando eu falo de confiança, procurem ver como níveis em uma escala de mais ou menos, e não numa escala extremista de "é ou não é"

Olá, amigo. Então, o objetivo do artigo é trazer reflexão sobre os perfis que tenho percebido por aqui e criticar, no sentido mais amplo - e como já deixei claro. Talvez alguns confundam o criticar com "falar mal", equívoco trivial. Falo mais sobre isso na resposta ao amigo que comentou abaixo de você. Sobre os "naturais" e a insegurança. Então, nesse artigo eu parto do pressuposto de que se uma pessoa está no PU ela a) está insegura em algum nível ou b) ganha dinheiro com a insegurança de outrem; logo, c) a insegurança é a alma do negócio. Um detalhe que talvez não esteja claro ainda é que a insegurança não é algo intrinsecamente ruim na medida em que ela move o "mercado PU", encarando ele desta forma. Na verdade, existe uma discussão muito mais profunda sobre a função da insegurança no PU, mas não pretendo falar sobre isso agora, sinalize se quiser saber o que penso a respeito. À propósito, minha visão de insegurança é a mesma que a sua. Abraço e obrigado pelo comentário.
Avatar pua

Criador do tópico

Hebert S.

Aprendiz

#1051096
TORETTO-RS escreveu:Eu respondo agora mesmo, tu é mais um frustrado, fraco e inseguro, que tentou a vida no pu e fracassou, e agora vem com chorando como uma garotinha, como me dizia o meu antigo mestre, no pua entra 1000 e 10 prosperam, porque mais de 90% não tem estofo emocional pra aguentar os altos e baixos do aprendizado, mas o pior de tudo são tipos que acham que isso é fórmula mágica, que é só aprender meia duzia de palavras mágicas e vai chover mulher na cama deles, quem tem essa mentalidade devia mesmo sair o pu e procurar um psicologo, que ia fazer bem melhor que ficar vivendo um mundo de fantasia.
O maior problema é que a maioria além de não abordar mulheres, ainda fica levando os outros pra baixo, dizendo que não adianta, que isso é não funciona e tal, o pu é como qualquer habilidade, requer tempo e dedicação pra aprender, e outra coisa, cada um tem um ponto que vai chegar, aprender isso não significa que tu vai virar o segundo mystery, ou Tyler da vida, até porque vivemos em culturas diferentes e isso com certeza influe.
O meu conselho como um cara que esta nisso a 5 anos é o seguinte:
Pare de viver em mundo de sonho, e saia pra vida ponha em prática o que aprendeu, de nada adianta ficar vendo material e mais material e não por nada em prática, e muito menos vir aqui chorar as pitangas, como tu ta fazendo.
Outra coisa entenda que isso é uma habilidade e não uma mágica, que tu aprende de um dia para o outro e que tudo nessa vida requer tempo e dedicação pra dar frutos e o pu não é diferente.
E por ultimo: Não se foque só nisso, lembre-se que o pua tem 3 pilares: Financeira, saúde e relacionamentos, se foque em todos eles, e não só em relacionamentos que assim tu facilita as coisas pra ti e vai se sentir muito mais empolgado com a vida.

Olá, cara. Primeiramente, gostaria de agradecer pelo comentário. Seguidamente, me dirijo ao que há de boa intenção em sua opinião: obrigado pelas dicas sobre o que deve ser feito para se ter resultados no PU, eu agradeço porque concordo com você. Em terceiro lugar, ao que já de mal intencionado no seu comentário digo: você viu o "aviso para autoconhecimento" no início? Pois é, você caiu no BAIT. Você entendeu minhas críticas como destrutivas? Isso é tudo que elas não são - talvez isso fique mais claro na parte dois. O pior é que você me enquadra num perfil que eu até vou descrever... Isso só mostra o quanto a minha percepção está próxima da sua, o que é bom porque você "tem 5 anos nisso", certo? Quer dizer, você é uma evidência de que estou certo. Outro detalhe, você disse que eu afirmo algo como "o PU não vale a pena", porém EM MOMENTO ALGUM eu falo isso. Na verdade, meu comportamento de me prestar a escrever sobre o SISTEMA PU é construtivo. Minha postura está longe de ser um "falar mal", ela é um simples "falar". Entendo - e até busco nesse artigo - que algumas pessoas se incomodam quando as coisas são expostas mesmo que sejam da maneira que elas realmente são, ou parecem ser. No seu caso acredito nem ser isso, pois pra isso você teria que ter interpretado corretamente a minha intenção e a sua interpretação passou longe disso. Em todo caso, que fique claro. No meu espectro o seu perfil seria o de "consumidores e inseguros"... Não querendo te enquadrar, mas já enquadrando. Quero aproveitar pra deixar algo claro. Meu objetivo não é por os puas numa caixinha só pra cristalizar. Eu, realmente, objetivo pôr numa caixinha, mas é pra inquietar os puas aqui e pra que os caras se sintam incomodados de serem "descritos" e queiram pular fora dela, seja se esforçando em seus desenvolvimentos, seja abandonando o PU. Não por acaso os dois únicos "perfis positivos" são de pessoas bem sucedidas no PU (os consumidores e inseguros e os fornecedores). Agora entende? Até mesmo o caráter depreciativo dos rótulos, "inseguro" e "preguiçoso", é pra provocar. Parece que a ideia de provocar deu certo, certo? Você foi um tanto agressivo. Contudo, agora que percebeu que sua agressividade foi mal empregada, que tal direcioná-la a você mesmo, isto é, ao seu desenvolvimento? Sugiro que, por favor, releia o artigo mas agora sem o vício interpretativo equivocado. Inquiete-se mais! Desejo paz pra você e que continue a sua caminhada de sucesso, amigo.
TORETTO-RS

Aprendiz

#1052016 Valeu cara, bom conversando civilizadamente, até porque aqui ninguém ta em guerra, realmente o que tu falou tem sentido, aliás eu digo pior hoje em dia não existem mais comunidade de pua, e sim empresa, porque tudo gira em torno de dinheiro, basta tu ver que todo o dia surge um novo instrutor, curso novo, material novo, e agora até mulheres dando uma de professora de pu ta aparecendo, o que realmente mostra o quanto de consumidores tem nesse mercado, eu mesmo já gastei mais de 1000 reais em materiais, nunca em bootcamp, porque onde eu moro não existe isso, mas infelizmente quem entra no pua tem aquela ilusão, que vão se tornar os comedores do mundo, e que vão pegar celebridades, capas de playboy e etc, o que com certeza é mentira, porque qualquer um que tenha um pouco de conhecimento sobre comportamento humano sabe que é impossível criar uma fórmula mágica, posso dizer também que infelizmente o pu não é só alegrias, tem sim muitas frustrações mas um lado bom, é que se sente forçado a mudar completamente a tua vida, aliás o pu me mudou radicalmente, tanto que quando comecei nisso, eu era frustrado, desiludido com a vida, e hoje até faculdade entrei, então me valeu muito, e claro peguei muitas mulheres, mais todo o tempo que tinha vivido antes, mas hoje o meu foco principal não tanto esse e sim evoluir na minha vida profissional e financeiro e ter uma vida alegre e divertida, que isso me trará muitas chances com as mulheres naturalmente.
Muito sucesso pra ti também, e lembra nunca desista dos teus sonhos.
Avatar pua
Barão32

Aprendiz

#1052017 boa brother ,muito bom o seu artigo,hj em dia esta complicado mesmo ,só estamos vendo esse comércio de sedução,mas para evolução ñ precisa necessariamente de curso intensivo como muitos falam,sucesso parabéns !!!